Estilo de vida e apps fazem diminuir número de carros

|

Pixabay
Boston, nos Estados Unidos
Boston, nos Estados Unidos
No período entre 2010 e 2015, uma parte significativa de cidades em países desenvolvidos registrou queda no número de automóveis de passageiros. Em alguns países, como o Reino Unido, houve queda nos número de pessoas que obtêm cartas de motorista. Os dados foram divulgados pela Euromonitor, que mapeou os 100 destinos globais de 2015, ressaltando alguns pontos de tais áreas urbanas e projetando tendências.

De acordo com a análise, o uso do carro é, em parte, resultado da mudança de estilo de vida das pessoas, que têm trocado a vida no subúrbio pela vida no centro da cidade. Além disso, alternativas como ciclismo estão se tornando mais populares, assim como o compartilhamento de carros ou uso de serviços como Uber – que, como o estudo destaca, está disponível atualmente em 545 cidades em todo o mundo.

Boston, nos Estados Unidos, Osaka, no Japão, Roma e Salônica (Grécia), tiveram uma redução superior a 5% no número de veículos entre 2010 e 2015. Bochum (Alemanha), Florença (Itália) e Valência (Espanha) também se destacaram nesse aspecto.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA