Passageiros aprovam automatização em aeroportos; veja

|

Divulgação
A satisfação do passageiro é maior durante a viagem quando as tecnologias de autoatendimento são usadas, especialmente para etiquetar e coletar a bagagem, e nos pontos de controle do passaporte, aponta o levantamento 2017 Sita Passenger IT Trends Survey.

A pesquisa mostra que os passageiros dão nota 8,2 em 10 para a sua jornada. A nota é ampliada quando tecnologias como serviços móveis e dados biométricos são usadas.

Na indústria global de transporte aéreo, as verificações de identidade são um elemento vital da jornada de passageiros, e as verificações automatizadas no controle de passaportes e o embarque aumentam a satisfação dos viajantes.

Entre os passageiros pesquisados, 37% usaram controle automatizado de identificação em seu último voo. Destes, 55% disseram ter usado dados biométricos na segurança de partida, 33% para embarque e 12% para chegadas internacionais. Olhando para frente, 57% dos passageiros disseram que usariam a biometria na próxima viagem.

Em seu último voo, 58% dos passageiros que fizeram check-in da bagagem receberam informações de coleta em tempo real após a chegada. Se o serviço estivesse disponível 64% dos passageiros disseram que rastreariam suas bagagens em tempo real.

Quase metade (47%) de todos os passageiros aproveitou uma opção de e-mail de autoatendimento em sua última viagem, o que representa um aumento de 31% sobre 2016. A curiosidade por novos serviços que utilizam a tecnologia é alta: três quartos (74%) dos passageiros dizem que definitivamente usariam alertas de voo e de portão para seus dispositivos móveis.

"Os passageiros não estão mais decidindo se devem usar a tecnologia, mas a tecnologia a ser utilizada. Eles querem fazer cada passo da jornada o mais fácil possível”, afirma o presidente de Soluções para Viagens Aéreas da Sita, Ilya Gutlin.

Mais de sete mil passageiros de 17 países participaram da pesquisa, que chegou a sua 12ª edição.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA