30 entidades saem em defesa do presidente da Anac

|

Netto Moreira
Milton Zuanazzi, presidente da Anac
Não é só a Federação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux (FBCVB) que saiu em defesa do presidente da Anac, Milton Zuanazzi, que estaria sendo criticado injustamente no caso da crise aérea por que passa o País. Agora, 30 entidades, como Abav, ABIH, Braztoa, Favecc, Resorts Brasil, Sindetur-SP e Fohb se juntaram à FBCVB e enviam carta ao ministro Nelson Jobim, da Defesa. Segundo a carta, algumas culpas atribuídas à Anac não dizem respeito às responsabilidades legais da entidade. As mesmas entidades assinaram carta de apoio à indicação de Zuanazzi quando o Congresso deveria votar a aprovação de seu nome.Veja a seguir:

Ao
Exmo. Sr Ministro do Estado da Defesa, Dr. Nelson Jobim


Senhor Ministro,

De todos os setores econômicos do País, é a indústria do turismo a que tem sofrido os maiores efeitos da crise que se abateu sobre a aviação brasileira. Na nossa atividade, a aviação comercial é um dos nossos insumos básicos, já que, é da liberdade de ir e vir que depende o nosso negócio. O entrelaçamento do turismo com a aviação comercial coloca os dois setores como uma atividade única. A aviação depende do turismo para ter os seus aviões cheios e o turismo, dos aviões para a chegada dos passageiros. No ano passado, o faturamento das empresas aéreas cresceu 42,4%, segundo uma pesquisa feita pelo Ministério do Turismo (MTur), em parceria com a Embratur e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), grande parte disso, graças ao setor de turismo, já que o segmento de agências de viagens é responsável por 86% das vendas de passagens das companhias aéreas.

Em dezembro de 2005, 27 entidades nacionais, todas pertencentes ao Conselho Nacional de Turismo (CNT), subscreveram um documento de apoio ao nome do então secretário Nacional de Políticas de Turismo, Milton Zuanazzi, para fazer parte da diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que estava em processo de formação. O documento foi gerado depois da avaliação do trabalho que Zuanazzi desenvolvia no MTur e da comprovada capacidade como gestor e por ele ter demonstrado seu aprofundamento no conhecimento das peculiaridades da aviação comercial – que para o turismo é vital.

A nossa mobilização foi também motivada por um momento crítico da nossa história, quando entrava em colapso a maior companhia brasileira de aviação, a Varig. Para o Brasil, ter naquele momento, no comando da Anac, um profissional que conhecesse toda a extensão do prejuízo que o País teria com a paralisação da sua maior rede de ligações aéreas internacionais, seria fundamental para amenizar o problema.

O desempenho inicial de Milton Zuanazzi, já nos primeiros dias da Anac e nos últimos dias da velha Varig, foi fundamental para a busca de soluções e para salvaguardar os direitos de milhares de brasileiros que estavam no Exterior e foram salvos por um plano de contingenciamento, que em quatro meses atendeu a seis milhões de passageiros, assim como os portadores de crédito do programa de milhagem, que foram preservados. Este trabalho mereceu, inclusive, manifestações de louvor nos anais do Conselho Nacional de Turismo.

Não podemos ficar passivos ao assistirmos, agora, a tentativa de desqualificação de um bom servidor público que vinha demonstrando estar habilitado para exercer a função para a qual foi escolhido, depois de ter sido arduamente sabatinado pelo Senado e de ter tido a capacidade de gerir, simultaneamente a implantação de uma agência nacional, ao mesmo tempo em que debelava uma crise como a da Varig.

Legitimados como grandes prejudicados diretos da crise na aviação, o setor do turismo mantém o discernimento que nos fazem capazes de focar nos verdadeiros agentes do grave problema que atravessamos e exatamente por isso, que reiteramos publicamente o nosso apoio ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelo presidente da Anac, Milton Zuanazzi . É exatamente pelo desconhecimento dos objetivos legais e das verdadeiras atribuições da Anac, que consideramos estarem penalizando injustamente o dirigente maior da entidade, já que os problemas que resultaram na crise não diz respeito as responsabilidades legais da própria Agência Nacional de Aviação Civil.

João Martins Neto
Presidente da Abav - Associação Brasileira de Agências de Viagens

Sergio Fernandes Martins
Presidente ABBTur - Associação Brasileira de Bachareis em Turismo

Genilda Cordeiro Baroni
Presidente ABCMI – Associação Brasileira de Clubes da Melhor Idade

José Adriano Donzelli
Presidente da Abla - Associação Brasileira das Locadoras de
Automóveis

Simone Saccoman Marques
Presidente Abeoc - Associação Brasileira de Empresas de Eventos

Israel Waligora
Presidente da Abeta – Associação Brasileira de Empresas de
Turismo de Aventura

Apostole Lazaro Chryssafidis
Presidente da Abetar - Associação Brasileira das Empresas de
Transporte Aéreo Regional

Eraldo Alves da Cruz
Presidente da ABIH – Associação Brasileira da Industria de Hotéis

Alexandre Zubaran
Presidente ABR - Associação Brasileira de Resorts, Resorts Brasil)

Luiz Edgar Pereira Tostes
Presidente Abracamping – Associação Brasileira de Campismo

Margareth Caron Sobrinho Pizzatto
Abraccef – Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras

Cláudio Magnavita Castro
Presidente da Abrajet – Associação Brasileira de Jornalistas de
Turismo

Paulo Solmucci Jr
Presidente da Abrasel - Associação Brasileira de Bares e Restaurante

Paulo de Brito Freitas
Presidente da Abrastur - Associação Brasileira de Cooperativas e
Clubes de Turismo Social

Martinho Ferreira de Moura
Presidente da Antur - Associação Nacional de Transportadores de
Turismo, Fretamento e Agencias de Viagens que Operam com
Veículos Próprios

Sávio Neves Filho
Presidente da ABOTTC – Associação Brasileira das Operadoras de
Trens Turísticos e Culturais

José Eduardo Barbosa
Presidente da Braztoa – Associação Brasileira de Operadoras de
Turismo

Moacyr Roberto Tesch
Presidente Contratuh - Confederação Nacional dos Trabalhadores
em Turismo e Hospitalidade

Mauro de Oliveira Schwartzmann
Presidente da Favecc - Forum das Agencias de Viagens Especializadas
em Contas Comerciais

João Luiz dos Santos Moreira
Presidente da FBCVB - Federação Nacional de Convention & Visitors
Bureaux

Michel Tuma Ness
Presidente da Fenactur - Federação Nacional de Turismo

Creusa dos Santos Soares
Presidente da Fenagtur - Federação Nacional ds Guias de Turismo

Jurema Márcia Dantas da Silva
Presidente do Fórum Nacional dos Cursos Superiores de Turismo e
Hotelaria

Norton Luiz Lenhart
Presidente da FNHRBS - Federação Nacional de Hotéis,
Restaurantes, Bares e Similares

Alain Baldacci
Presidente Sindepat – Sindicato Nacional de Empresas de Parques e
Atrações Turísticas

Eduardo Nascimento
Presidente Sindetur-SP e da Abremar

Jorge Alves de Souza
Presidente Ubrafe - União Brasileira de Promotores de Feiras

Guilherme Paulus
Presidente da CVC Turismo e Membro do Conselho Nacional de Turismo como indicação da Presidência da República”.

Leia mais.

Notícia corrigida a pedido da Bito, em 02/08, e do Fohb em 09/08

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA