Turismo promete reduzir CO2 em 50% até 2035

|

Muitas das maiores empresas do setor de Turismo têm se comprometido a diminuir as emissões de carbono. Nos últimos dez anos, houve uma redução de 20% e a expectativa é que até 2035 caia para 50%, de acordo com o relatório Travel & Tourism 2015; Connecting Global Climate Action (Viagem e Turismo 2015; Conexão Global de Ações do Clima, em tradução livre).

Publicado pelo World Travel & Tourism Council (WTTC), o estudo descreve as medidas tomadas pelo setor para a redução de CO2 e as iniciativas das principais companhias aéreas, aeroportos, hotéis, companhias de cruzeiros, locadoras de carro e empresas de tecnologia do mundo.

O relatório também descreve as cinco áreas prioritárias para apoiar a meta global de emissões: Integração das mudanças climáticas e questões relacionadas à estratégia de negócios, Suporte à transição global para uma economia hipocarbónica, fortalecimento de resiliência local, promoção do valor da responsabilidade do setor e engajamento através da cadeia de valor.

"Para atingir estes objetivos a longo prazo, muito ainda precisa ser feito pelo setor de Viagens e Turismo e também por outros mercados, mas agora temos um entendimento comum e estamos cada vez mais alinhados sobre as ações globais necessárias”, afirma David Scowsill, presidente e CEO da WTTC.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA