Doria encaminha privatização da SP Turis e Anhembi

|

Jhonatan Soares
João Doria em coletiva de imprensa realizada no início deste ano, em São Paulo
João Doria em coletiva de imprensa realizada no início deste ano, em São Paulo
O prefeito João Doria deve encaminhar hoje para a Câmara Municipal de São Paulo o projeto privatização da SP Turis, a São Paulo Turismo, que inclui o complexo do Anhembi, localizado na Zona Norte da capital.

Com essa movimentação, Doria se aproxima de tornar realidade o pacote de privatizações. Além dos já citados, estão previstas as vendas do autódromo de Interlagos e a concessão do estádio do Pacaembu, dois dos espaços que mais captam eventos esportivos.

A SP Turis, comandada por David Barioni, é uma empresa de capital aberto, mas 97% das suas ações estão com a prefeitura, que gere em totalidade o Anhembi. Em entrevista ao Portal PANROTAS, Barioni defendeu que a privatização é “importantíssima” e irá fazer com que o Turismo na cidade seja visto com um olhar “mais
dedicado”.

A proposta de Doria é a de quem o vencedor do processo poder explorar as atividades e até mesmo alterar o modelo de negócio do Anhembi. O complexo é conhecido pela realização de desfiles de carnaval, shows nacionais e internacionais e feiras de negócios. Lá, inclusive, foi a casa da Abav Expo por muitos anos antes de se mudar para o Expo Center Norte.

Uma licitação será feita para a contratação de um assessor econômico, com a ideia de auxiliar na venda de ações da empresa na Bolsa de Valores.

As instalações do Anhembi totalizam 400 mil metros quadrados divididos em três áreas, o pavilhão de exposições, o Palácio das Convenções e o Sambódromo.
Anualmente, recebe 3,5 milhões de pessoas em cerca de 150 eventos anuais.

A gestão Doria prevê a arrecadação de R$ 7 bilhões com privatizações.


*Fonte: Folha de S. Paulo

conteúdo original: http://bit.ly/2wCXE2l
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA