ECONOMIA E POLÍTICA

Doria encaminha privatização da SP Turis e Anhembi

Jhonatan Soares
João Doria em coletiva de imprensa realizada no início deste ano, em São Paulo
João Doria em coletiva de imprensa realizada no início deste ano, em São Paulo
O prefeito João Doria deve encaminhar hoje para a Câmara Municipal de São Paulo o projeto privatização da SP Turis, a São Paulo Turismo, que inclui o complexo do Anhembi, localizado na Zona Norte da capital.

Com essa movimentação, Doria se aproxima de tornar realidade o pacote de privatizações. Além dos já citados, estão previstas as vendas do autódromo de Interlagos e a concessão do estádio do Pacaembu, dois dos espaços que mais captam eventos esportivos.

A SP Turis, comandada por David Barioni, é uma empresa de capital aberto, mas 97% das suas ações estão com a prefeitura, que gere em totalidade o Anhembi. Em entrevista ao Portal PANROTAS, Barioni defendeu que a privatização é “importantíssima” e irá fazer com que o Turismo na cidade seja visto com um olhar “mais
dedicado”.

A proposta de Doria é a de quem o vencedor do processo poder explorar as atividades e até mesmo alterar o modelo de negócio do Anhembi. O complexo é conhecido pela realização de desfiles de carnaval, shows nacionais e internacionais e feiras de negócios. Lá, inclusive, foi a casa da Abav Expo por muitos anos antes de se mudar para o Expo Center Norte.

Uma licitação será feita para a contratação de um assessor econômico, com a ideia de auxiliar na venda de ações da empresa na Bolsa de Valores.

As instalações do Anhembi totalizam 400 mil metros quadrados divididos em três áreas, o pavilhão de exposições, o Palácio das Convenções e o Sambódromo.
Anualmente, recebe 3,5 milhões de pessoas em cerca de 150 eventos anuais.

A gestão Doria prevê a arrecadação de R$ 7 bilhões com privatizações.


*Fonte: Folha de S. Paulo

conteúdo original: http://bit.ly/2wCXE2l
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA