Governo quer acelerar projetos de trens turísticos

|

O Brasil, que detém uma malha ferroviária de quase 30 mil quilômetros, tem hoje em operação 20 trens destinados ao turismo ferroviário. Segundo o Ministério do Turismo, em 2010, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) forneceu apenas uma autorização de operação de trem turístico.

Para modificar essa realidade, o governo federal pretende mobilizar vários ministérios para estruturar o segmento e dar mais celeridade à analise de projetos de abertura de novas linhas turísticas.

O processo ganhou impulso com a criação do Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Ferroviário, composto por sete entidades públicas, que lançou uma cartilha para orientar os interessados na implantação de trens turísticos. O grupo centralizará os trabalhos de recepção e análise dos projetos. “Existe um grande passivo no País. Por isso, neste primeiro momento, daremos prioridade aos projetos que já estão em tramitação”, afirma a coordenadora-geral de Serviços Turísticos Ministério do Turismo (MTur), Rosiane Rockenbach.

Hoje, 20 trens turísticos operam em oito estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Outros quatro pedidos estão em análise na ANTT. O Ministério do Turismo investiu R$ 17 milhões, de 2004 a 2009, em projetos de turismo ferroviário.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA