TECNOLOGIA

Saída de CEO da Expedia deixa negócios inacabados

Divulgação
Dara Khosrowshahi ainda está como CEO da Expedia
Dara Khosrowshahi ainda está como CEO da Expedia

A imprensa internacional deu como certa a troca de Dara Khosrowshahi da Expedia para a Uber. Embora nenhuma das companhias tenha se manifestado publicamente, o diretor executivo da gigante das viagens pode deixar a empresa com muitos negócios inacabados. É o que afirma o site Skift.

O portal teve acesso a um e-mail do presidente e executivo sênior da Expedia, Barry Diller. Em uma espécie de carta aberta enviada ontem (28) aos funcionários, o profissional relata que “nada foi finalizado”, ao se referir à saída de Khosrowshahi.

“Nada foi finalizado, mas tendo discutido extensivamente com Dara, eu acredito que é sua intenção aceitar. Eu também sei do esforço que ele tem tido fora de seu entusiasmo permanente pelo futuro da Expedia, bem como sua lealdade para com todos nós. Eu acredito que Dara gostaria de comunicar agora a todos vocês, mas eu pedi para ele não fazê-lo até que tudo esteja completamente resolvido”, disse.

Diller também usou do lado emocional para agradecer, aparentemente em tom de despedida, pelos anos de trabalho com o diretor. No site da Expedia, Khosrowshahi ainda consta como diretor executivo.

“Se Dara nos deixar, vai ser meu grande arrependimento, mas também minha bênção. Ele dedicou 12 anos para construir essa empresa e se é isso que ele quer para sua próxima aventura, ele terá meus melhores votos. Digo isso porque ele merece não menos do que isso e digo isso porque ele deixará para trás um corpo de executivos tremendamente talentoso”, concluiu o executivo.

HOME AWAY
Um dos maiores desafios da Expedia é a integração da Home Away, empresa de aluguel de casas de férias adquirida em 2015 por US$ 3,9 bilhões. Embora os executivos tenham garantido os lucros ajustados antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de US$ 350 milhões anuais a partir de 2018, o primeiro semestre do ano registrou US$ 45 milhões neste item.

O ano tem sido de transição para a Home Away. A Expedia tem realizado esforços para tirar todas suas reservas on-line para torna-las instantaneamente reserváveis, apesar da oposição de um segmento de anfitriões. Em razão disso, os executivos da companhia de aluguel de residências têm renovado seu site e compartilhado o inventário com a Expedia e a Hotels.com.

ORBITZ E EGENCIA
Um exemplo recente de integração dificultosa aconteceu com o metabuscador Orbitz. Após a aquisição da empresa, em 2015, o crescimento orgânico da própria Expedia estava estagnado, segundo reportaram os números da época. Enquanto isso, a concorrente Priceline apresentava uma performance superior.

Ao que tudo indica, as dificuldades com o Orbitz parecem ter sido superadas. O crescimento de pernoites no segundo trimestre deste ano foi de 21%, acima dos 12% registrados no primeiro trimestre.

Os planos de Khosrowshahi para a Egencia, a unidade do grupo de viagens corporativas, são de crescimento exponencial em alguns anos. Resta saber se o eventual próximo diretor executivo irá assumir as responsabilidades.


*Fonte: Skift

conteúdo original: http://bit.ly/2vB3ihD
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA