Covid-19: vacinação para aeroviários está liberada em SP

|

AGÊNCIA BRASIL
PANROTAS / Emerson Souza
Serão vacinados 3.930 profissionais nas Unidades Básicas de Saúde
Serão vacinados 3.930 profissionais nas Unidades Básicas de Saúde
A partir de hoje (1º), os aeroviários do Aeroporto de São Paulo/Congonhas, na capital paulista poderão tomar a vacina contra a covid-19. Estão nesse grupo os aeronautas (funcionários das companhias aéreas nacionais) e os aeroportuários (colaboradores do aeroporto e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo). A vacinação dos 3.930 profissionais dos dois novos grupos será realizada nas Unidades Básicas de Saúde.

Segundo a prefeitura da capital paulista, para receber a primeira dose da imunização os aeroviários devem apresentar um documento de identificação, preferencialmente o Cadastro de Pessoa Física e o credenciamento aeroportuário do local de trabalho, contendo o código CGH. Os aeronautas devem levar documento de identificação e um comprovante de vínculo empregatício em companhia aérea (como um crachá, holerite, carteira ou contrato de trabalho).

Além desses documentos, será exigido um comprovante de residência na cidade de São Paulo. Caso o comprovante esteja no nome de algum parente, haverá a necessidade de demonstrar o grau de parentesco.

Para mais informações e orientações sobre a campanha de vacinação, acesse a página Vacina Sampa. A recomendação da Secretaria Municipal da Saúde é que os trabalhadores se dirijam gradualmente aos postos para evitar aglomerações. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA