Site da Ryanair sairá do ar por 74 horas

|

A low cost, low fare irlandesa Ryanair, uma das gigantes do setor, estima em 30 milhões de euros seus prejuízos com o “fechamento” de seu site por 74 horas. O site será retirado do ar às 22h do próximo dia 22 e permanecerá inativo até as 23h de 25 de fevereiro, período no qual passará por reformulações que deverão melhorar o sistema de reservas, além de implementar uma tecnologia que não permitirá a compra de passagens por parte das agências de viagens on-line. As agências físicas continuarão podendo efetuar reservas e compras.

No período de suspensão do site, também não será possível alterar data de vôos ou nome de passageiros nas reservas. A companhia aérea estima em 500 mil o número de reservas que deixarão de ser realizadas nesse período.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA