David Neeleman diz gastar mais com segurança

|

Os aviões 195 da Embraer que serão utilizados pela nova empresa aérea brasileira, de David Neeleman, que deve começar a voar em janeiro, serão os primeiros no mundo a terem head-up displays duplos, ou seja, um do lado do piloto e outro no do co-piloto. Segundo Frederico Curado, presidente da Embraer, o equipamento auxilia os pilotos em alguns procedimentos, como decolagem e aterrissagem, e é de grande valia para reforçar a segurança. A frota inteira terá head-up displays duplos.

“Na Jet Blue o primeiro valor é a segurança. Gastamos US$ 500 mil a mais para aumentar a segurança e nas outras três empresas aéreas que criei (Morris Air, West Jet e Jet Blue) nunca tivemos um acidente”, afirma David Neeleman. Gianfranco Beting, diretor de Marketing da companhia, destaca ainda a automatização de diversos procedimentos e cálculos para o piloto, como o uso do EFB, que diminuiu a papelada e o trabalho dos comandantes, proporcionando mais tempo para que eles se concentrem para o vôo.

“Também seremos a primeira empresa aérea brasileira com 100% da frota saída de fábrica”, garante Gianfranco Beting, diretor de Marketing e primeiro brasileiro contratado. Uma equipe de ex-executivos da Jet Blue foi trazida por Neeleman para a implantação da companhia. “Mas a maioria dos funcionários será brasileira”, garante David Neeleman, que espera contar com 400 funcionários no lançamento da companhia e cinco mil quando atingir uma frota de 70 aeronaves.

LEIA MAIS
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA