Setur-MG celebra manutenção dos voos da Tap para BH

|

PANROTAS / Emerson Souza
Dias, da Tap, e a secretária de Turismo de Minas Gerais, Érica Drumond
Dias, da Tap, e a secretária de Turismo de Minas Gerais, Érica Drumond
A secretária de Turismo de Minas Gerais, Érica Drumond, recebeu hoje (terça, dia 8), em seu gabinete em Belo Horizonte, o gerente da Tap para Minas Gerais e Espírito Santo, Carlos Dias. O executivo explicou à secretária a decisão da Tap em manter a frequência de voos para Belo Horizonte, apesar do corte de 15% nos voos nas rotas para o Brasil. A Tap, que opera 67 voos semanais para o Brasil, reduzirá este número para 57 a partir desta quinta (dia 10). A cidade foi o único destino no País que não perdeu frequência de voos.

Segundo Dias, Minas Gerais não perdeu voos graças à determinação e ao esforço conjunto da companhia, por meio da adoção de uma estratégia de marketing eficiente, da Setur-MG, que desenvolveu ações eficazes de promoção e apoio à comercialização do destino Minas Gerais no Exterior, e ainda devido ao esforço da iniciativa privada em comercializar os voos para Belo Horizonte. “Com este trabalho, desde o voo inaugural em fevereiro de 2008, as aeronaves da Tap mantém ocupação média de 65% nos voos entre Lisboa e a capital mineira. Deste total, 40% são europeus que vêm ao Estado a negócios e a passeio.”

“Minas Gerais se tornou uma nova porta de entrada neste País e vem se consolidando como tal devido à agressiva política de promoção e apoio à comercialização adotada desde 2007 pelo governo do Estado”, disse a secretária Érica.

O Voo da Tap sem escalas entre Lisboa e Belo Horizonte entrou em operação no dia 11 de fevereiro de 2008, com cinco frequências semanais, utilizando aeronaves Airbus 330-200, com capacidade para 268 passageiros.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA