Jamaica poderá ter voo direto a partir de São Paulo

|

Netto Moreira
O diretor de Turismo e chairman do Jamaica Tourism Board (JTB), John Lynch (foto), está no Brasil com o objetivo de estreitar relacionamento com companhias aéreas, agências e operadoras de turismo do País. Na noite de ontem (terça, dia 22), o JTB ofereceu um coquetel ao trade e, esta manhã, Lynch conversou com a imprensa no hotel Meliá Europa, na capital paulista.

Interessada no mercado emissor da América do Sul, do qual o Brasil é o principal destaque, a Jamaica está trabalhando junto a companhias aéreas para conseguir um voo direto a partir de São Paulo. Segundo Lynch, este voo deverá ter início em dois ou três meses por uma aérea ainda não definida.

A criação de voos diretos, aliás, fez de 2009, mesmo com a crise, o melhor ano para o turismo jamaicano. “Nos últimos três anos nós trabalhamos com a estratégia de incrementar os voos diretos a partir de mercados como o norte-americano e o europeu. Além disso, nós posicionamos melhor os voos com destino a Jamaica para facilitar a ida dos passageiros”, explica o diretor do JTB.

DIFERENCIAL
Anualmente, cerca de cinco mil brasileiros desembarcam na terra do reggae, número que poderá ser multiplicado por dez na eventualidade do voo direto a partir de São Paulo. Na avaliação de Lynch, o diferencial do país em relação a destinos concorrentes, como Cuba e República Dominicana, é a receptividade e o calor do povo jamaicano. “Além do que somos mais bonitos”, brinca o chairman, acrescentando que o país possui uma série de redes hoteleiras familiares aos brasileiros. Segundo ele, 50% dos turistas que visitam a Jamaica retornam.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA