Esperança e incerteza dominam primeiro dia de brasileiros na Fitur

|


PANROTAS / Fabíola Bemfeito
Odilene Sousa, Waldineia Brasil e Raíssa Neumann, da Embratur
Odilene Sousa, Waldineia Brasil e Raíssa Neumann, da Embratur
MADRI – O estande do Brasil era um dos mais movimentados no Pavilhão 3 da Fitur, o das Américas, que reúne países, Estados, cidades e empresas das Américas do Sul, Centro e do Norte. Porém, os participantes do cooperado do País no estande liderado pela Embratur dividiam opiniões sobre o primeiro dia da feira.

Havia, porém, uma unanimidade. Todos estavam muito felizes em ver um dos mais tradicionais eventos voltar a acontecer quase em sua plenitude, com a presença de participantes nacionais e internacionais. Um deles era Rodrigo Fernandez, da Nat Trip Brasil, DMC especializada em Turismo de aventura. “Ainda não posso dizer que foi um dia proveitoso em visitas, mas estou muito feliz em ver eventos assim de novo”, afirmou.

Odilene Sousa, Waldineia Brasil e Raíssa Neumann, da Embratur, estavam certas de que o movimento iria se intensificar. Natacha Atala, do Turismo do Amazonas, afirmou que não havia sido um primeiro dia muito proveitoso do ponto de vista das reuniões de negócios, opinião compartilhada por Bianca Rodrigues, gerente comercial da Windsor Hotéis.

Na contramão de boa parte dos brasileiros ouvidos pelo Portal PANROTAS no primeiro dia da feira, porém, Roberta Werner, diretora executiva do Rio Convention & Visitors Bureau, foi contra a corrente. “Antes de a Fitur começar, estava um terror muito grande na Europa. Achei que fosse ‘micar’. Mas, ao contrário, está sendo muito boa para nós”, afirmou a CEO do CVB carioca. A opinião de Roberta é compartilhada pelo presidente da VBrata (Visit Brazil Travel Association), Glauco Chris Fuzinato.

Tradicionalmente, o primeiro dia da Fitur não costuma ser o mais animado para os brasileiros, que ocupam, ao lado dos destinos das Américas, o Pavilhão 3 da Fitur. Isso porque, como a entrada dos profissionais no evento era realizada pelo acesso Norte do centro de convenções Ifema Madrid, a visita costumava começar pelo Pavilhão 10, deixando o pavilhão 3 como um dos últimos a serem percorridos.

Esse ano, porém, a entrada está sendo realizada pelo acesso Sul e a posição não prejudica mais o primeiro dia do País. Por essas e outras, o Portal PANROTAS estará novamente conversando com os profissionais para verificar como está a avaliação do evento.

Veja, então, fotos do primeiro dia dos brasileiros em Madri.

O PANROTAS viaja a convite da Fitur como media partner brasileiro do evento e vai contar tudo que acontece por lá nos próximos dias. Acompanhe.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA