Rio Galeão investe em sistema de segurança internacional

|

Pixabay
O Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, teve seu sistema de segurança atualizado com a aquisição de câmeras de resolução HD e Full HD da empresa Axis Communications. Capazes de flagrar pequenos detalhes com nitidez, os objetos foram colocados em áreas sensíveis do espaço para garantir a segurança dos visitantes.

Agora com 820 aparelhos de videomonitoramento, a administradora do Rio Galeão espera registrar, além da movimentação geral, informações pertinentes, como dados de um crachá ou o número de um avião na pista de pouso e decolagem. Esta rede de informações pode ser compartilhada com outros órgãos de segurança, como Polícia Federal, Exército ou Esquadrão Anti-Bomba.

Essa atualização também serve para elevar a experiência dos passageiros. "As câmeras podem ser usadas em operações simples, como quando um indivíduo perde seu tíquete de estacionamento. Nós acompanhamos o percurso do mesmo e apontamos onde ele perdeu o objeto", exemplifica o coordenador de Datacenter do Rio Galeão, Bernardo Hoelz.

Algumas áreas menos críticas do aeroporto seguem sendo monitoradas pelo legado de câmeras herdado da administração anterior, mas serão substituídos ainda este ano por câmeras Axis.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA