AEROPORTOS

Greve de controladores de voo na França alerta Europa

Uma grande greve envolvendo servidores públicos da França, o que inclui controladores de voo, está programada para começar nesta quarta-feira (8), às 19 horas (no horário local), e terminar apenas na manhã da próxima sexta-feira. De acordo com o Eurocontrol, companhias aéreas já receberam a recomendação de reduzir em 30% suas operações nos aeroportos de Paris (Orly), Lyon, Marselha e Toulouse.

Divulgação/Air France
Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, não deverá ser afetado pela greve
Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, não deverá ser afetado pela greve
Empresas como Ryanair e Easyjet informaram que alguns dos seus voos com destino à França já foram cancelados, com a segunda destacando que cerca de 65% das suas rotas passam pelo espaço aéreo francês. Já a Air France afirmou que suas operações de longa distância não serão afetadas pela paralisação nacional, uma vez que o Aeroporto Internacional Charles de Gaulle não deverá ser impactado pela greve. De qualquer maneira, foi feito o alerta sobre cancelamentos e atrasos de última hora.

Segundo o Eurocontrol, a capacidade aeroviária no continente deverá ser inferior em 2019 em comparação com 2018, quando situações adversas envolvendo controladores de voo, operações crescentes e o clima resultaram em mais de 25 milhões de minutos de atrasos no gerenciamento de fluxo do tráfego aéreo (ATFM).

De acordo com a organização responsável pelo espaço aéreo europeu, cada minuto atrasado equivale a 70 euros de custo, o que resultou em mais de 1,7 bilhão de euros no total do ano passado. A partir de agora, uma das ideias da entidade para amenizar tal prejuízo é a remoção de mais de mil voos por dia do seu sistema.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora