Argentina suspende voos domésticos e internacionais até setembro

|


Wikicommons
A Administração Nacional de Aviação Civil da Argentina suspendeu voos domésticos e internacionais no país durante quatro meses, com intuito de conter o avanço da covid-19. A resolução, assinada no último sábado (25), estabelece que as aéreas que operam em território argentino só poderão agendar voos e venda de passagens a partir do dia 1º de setembro. Com isso, a alta temporada de inverno, um dos períodos de maior volume de turistas no país vizinho, fica totalmente comprometida.

De acordo com o jornal La Nación, apenas voos de repatriação ou carga aérea poderão circular no país. Ainda segundo a publicação argentina, a permissão da venda antecipada de voos comerciais para datas posteriores ao dia 1º de setembro foi uma solução encontrada para tentar amenizar os prejuízos que sofrem as companhias aéreas do país.

A chefe da Anac argentina, Paola Tamburelli, disse que "companhias aéreas que operam serviços de transporte aéreo de passageiros podem reagendar suas operações regulares ou solicitar autorizações para operações não regulares a partir de 1º de setembro".

O decreto ainda permite a autorização das empresas "a comercializar passagens aéreas com data de início das operações a partir de 1º de setembro de 2020".


*Fonte: La Nación

conteúdo original: https://www.lanacion.com.ar/economia/despues-de-idas-y-venidas-prohiben-la-venta-de-pasajes-aereos-hasta-septiembre-nid2358583
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA