WTTC pede investimento em testes de covid-19 nos aeroportos

|


Divulgação
Para WTTC, testes rigorosos em aeroportos dará segurança ao viajante internacional
Para WTTC, testes rigorosos em aeroportos dará segurança ao viajante internacional

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), por meio de sua presidente e CEO, Gloria Guevara Manzo, faz um chamado a todos os governos do mundo para que deem início a um programa substancial de investimento em ferramentas de detecção de covid-19 em aeroportos.

Controles de temperatura e provas swab (com haste de algodão) têm de ser feitos em todos os passageiros internacionais que chegam e deixam um destino, e os resultados têm de sair em até 24 horas. Só aqueles que dão positivo têm de ser submetidos a quarentena. Deve-se também aconselhas passageiros a utilizarem aplicativos que auxiliam em testes e rastreamentos, nos países onde esse tipo de ferramenta existe.

Wikicommons
Gloria Guevara Manzo
Gloria Guevara Manzo
"É crucial que todos os aeroportos internacionais implementem padrões de provas mundialmente reconhecidos para os passageiros em embarque e desembarque. Isso dará mais tranquilidade aos viajantes, manterá os corredores aéreos entre os países e amenizará os danos das interrupções causados pelas contundentes quarentenas que impactam massivamente a recuperação do setor", afirma Gloria.

"Teremos de viver com a covid-19 no futuro imediato e fazer todo o possível para proteger a saúde pública e salvar vidas enquanto restauramos a confiança do consumidor, impulsionamos a recuperação econômica global e salvamos o emprego de milhões de pessoas que dependem do setor de Viagens e Turismo", conclui a presidente e CEO do WTTC.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA