Peru retomará voos internacionais em outubro, Brasil incluso

|

Wikicommons
Lima, capital do Peru
Lima, capital do Peru
O ministro de Transportes e Comunicações (MTC) do Peru, Carlos Estremadoyro, anunciou que os voos internacionais serão retomados a partir do dia 1 de outubro. Durante o mês de setembro, será finalizado o protocolo de saúde a ser seguido para evitar infecções por coronavírus. Além do MTC, estão participando do processo de construção dos protocolos o Ministério do Comércio Exterior e Turismo (Mincetur), o Itamaraty, o Ministério da Economia e Finanças (MEF) e as companhias aéreas.

“A data já está definida, nós fazemos a programação dos voos por mês. Então será 1º de outubro, já está combinado essa data. Temos que preparar o sistema e para isso estabelecemos que a preparação vai ser feita durante todo o mês de setembro. Vai ser feita a venda de passagens e será organizada a emissão de protocolos de saúde para os quais já fizemos uma proposta para as companhias aéreas", afirmou o ministro de Transportes e Comunicações do Peru.

Carlos Estremadoyro disse que algumas companhias aéreas já aceitaram as propostas, enquanto outras ainda mantêm discussões para chegar a um acordo. O ministro destacou que o governo pretende reiniciar as operações com Estados Unidos, México, Espanha, Chile, Argentina e Brasil em uma primeira etapa. Ele também garantiu que o número de voos será limitado, como acontece com as viagens aéreas domésticas. As informações são do portal El Comercio.

“Nós temos 18 voos diários autorizados no país e estamos usando 10. Começamos com 18, foram caindo e agora estamos com 10, não há mais demanda. Em alguns casos em que há uma demanda excessiva, nós mesmos restringiremos por questões de saúde. Se antes eram quatro voos para a Espanha, agora seriam apenas um ou dois, não mais”, explicou Estremadoyro.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA