Aeroporto de Curitiba ganha laboratório de testes de covid

|

Jennyfer França
Os passageiros que estão embarcando e desembarcando no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba (PR), podem realizar testes de covid-19 por meio do laboratório remoto da Hilab. A startup montou um espaço localizado no primeiro andar na área de embarque, próximo da entrada B e ao check-in das companhias aéreas Latam e Azul. Viajantes devem apresentar cartão de embarque para realizar o exame.

No estande, ao apresentar o cartão de embarque, é possível ter acesso a três tipos de exames de covid-19 e os resultados ficam prontos em aproximadamente uma hora. Os testes são: IgG/IgM para saber se já pegou covid-19 (modalidade de coleta: sangue - furinho no dedo), PCR/LAMP que detecta se você tem ou não covid-19 (modalidade de coleta: mucosa - swab nasal), e o exame de antígeno, voltado para saber se uma pessoa está transmitindo o vírus (modalidade de coleta: mucosa - swab nasal).

“Para quem está chegando ao País, após uma viagem internacional, ou realizou algum voo doméstico é extremamente importante a realização do teste de covid-19. O exame é a principal forma de detecção do vírus e suas variantes. Passageiros com casos positivos devem ficar isolados para que a cadeia de transmissão do coronavírus seja quebrada”, explicou o médico infectologista e chief medical officer na Hilab, Bernardo Almeida.

O espaço Hilab funciona de segunda a sábado, das 5h às 18h. Aos domingos, o atendimento é exclusivo para quem fez agendamento prévio presencialmente ou através do Whatsapp do UAU (unidade de atendimento ao usuário) - (41) 98764-5884. Os exames custam entre R$ 150 e R$ 250. A realização do teste de covid-19 para chegadas e partidas de voos internacionais é obrigatória.

SERVIÇO
Espaço Hilab no Aeroporto Internacional Afonso Pena
Local: 1º andar na área de embarque, próximo à entrada B
Horário: segunda a sábado, das 5h às 18h. Aos domingos, os exames somente são realizados com agendamento prévio presencial ou pelo telefone (41) 98764-5884.
Preço: R$ 150 e R$ 250
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA