Tap e British Airways cancelam mais de 650 voos; presidente pede desculpas

|


Divulgação
A Tap lamentou os cancelamentos
A Tap lamentou os cancelamentos
Em decorrência dos diversos voos cancelados no último final da semana, a CEO da Tap Air Portugal, Christine Ourmières-Widener, lamentou o ocorrido e reconheceu que a companhia aérea não ofereceu um serviço de qualidade aos passageiros. A CEO pediu desculpas aos clientes por esses cancelamentos.

“Neste momento, reconhecemos que não estamos oferecendo o serviço de excelência que planejamos e que queremos, face à crise que o transporte aéreo atravessa e que, de acordo com as previsões mais recentes, não deverá melhorar nas próximas semanas, fruto do aumento regular das viagens de lazer e de negócios”, escreveu a CEO no site da companhia. Clique aqui para ler o informe completo.

Christine também ressaltou que o transporte aéreo ainda está sofrendo uma série de limitações de recursos em nível global e que as operações passaram de praticamente zero para cerca de 90% dos níveis pré-pandemia.

BRITISH AIRWAYS TAMBÉM ANUNCIA CANCELAMENTOS

A British Airways anunciou o cancelamento de mais voos da temporada de verão. A decisão foi tomada em decorrência da falta de funcionários nos aeroportos e do aumento da demanda de viagens. Mais de 650 voos partindo dos aeroportos de Heathrow e Gatwick, em Londres, para Espanha, Portugal e Grécia foram cancelados.

Divulgação
Mais de 650 voos foram cancelados
Mais de 650 voos foram cancelados
"Como toda a indústria da aviação continua enfrentando o período mais desafiador de sua história, lamentavelmente, tornou-se necessário fazer mais algumas reduções", afirmou um porta-voz da companhia por e-mail.

Na última semana, a Lufthansa também anunciou o cancelamento de 3 mil voos até outubro.

Com informações da Reuters
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA