EMPRESAS

Nova estratégia da Latam prioriza vendas indiretas


Jhonatan Soares
Igor Miranda revelou que a aérea investirá ainda mais nos parceiros para fortalecer o canal indireto
Igor Miranda revelou que a aérea investirá ainda mais nos parceiros para fortalecer o canal indireto
A noite desta terça-feira (6) marcou a premiação Agências de Elite, com os principais vendedores da Latam Airlines, mas também serviu para que os líderes da empresa revelassem parte da nova estratégia de negócios adotada pela aérea. O pilar será o investimento mais incisivo nos canais indiretos de vendas, com verbas de publicidade e marketing redirecionadas a ações junto a parceiros.

CONFIRA OS VENCEDORES DO PRÊMIO AGÊNCIAS DE ELITE

"Vamos ter um novo marketing, investindo mais diretamente nas empresas e deixando de lado a presença nas mídias de massa", explicou o diretor de Vendas, Marketing e E-commerce da Latam Airlines Brasil, Igor Miranda

Mais mudanças também deverão ser apresentadas ao longo das próximas semanas, segundo o diretor. A principal alteração deverá acontecer no programa de fidelidade Latam Club, que será potencializado, mas, em compensação, ficará mais exclusivo.

MAIOR MERCADO
Jhonatan Soares
VP global de vendas, Goldstein destacou a importância do Brasil nos negócios da Latam
VP global de vendas, Goldstein destacou a importância do Brasil nos negócios da Latam
Durante os últimos três anos de baixa econômica no Brasil, a Latam revela ter investido e se estruturado para crescer junto à recuperação do País, que representa 40% de todo o montante de negócios na empresa. Em 2018, a expectativa de crescimento é de 17% para voos internacionais e 5% para o mercado doméstico, conforme revelado pelo vice-presidente global de vendas da companhia, Nicolás Goldstein.

"Temos muitos planos para o Brasil, nosso mercado mais importante. Guarulhos (GRU) é um de nossos hubs críticos, e por isso trazemos passageiros de toda a América do Sul para voar a Europa, África e Ásia", destacou o VP. Lima (Peru) e Santiago (Chile) são os outros principais hubs da aérea no continente, enquanto Brasília (BSB) se consolida como principal base doméstica no País.

Diante de tanto investimento, a Latam espera alcançar uma taxa de adição de 15% novos passageiros, que estarão voando pela primeira vez com a empresa, no Brasil. "Vemos muito potencial", completou Goldstein.

Confira mais fotos do evento que coroou os principais vendedores da Latam no álbum abaixo.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA