EMPRESAS

Boeing 737 Max 8 cai na Indonésia com 189 pessoas a bordo

O fim de semana foi marcado por uma tragédia na aviação. Ontem (28) - ou manhã de segunda-feira no local do acidente - , um Boeing 737 Max 8 da Lion Air caiu pouco depois de decolar do aeroporto internacional de Jacarta, na Indonésia. A aeronave contava com 189 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulantes, e, segundo as autoridades, não há expectativa de encontrar sobreviventes.

Thai Lion Air
Lion Air recebeu primeira entrega de 737 Max em 2017
Lion Air recebeu primeira entrega de 737 Max em 2017
A aeronave de matrícula PK-LQP seguia para Pangkal Pinang, também na Indonésia, e perdeu contato com a torre de controle 13 minutos após a decolagem, no mar ao Norte da Ilha de Sumatra. Foi o primeiro acidente grave envolvendo o modelo 737 Max 8 da Boeing, que fez seu primeiro voo comercial em maio de 2017.

De acordo com informações da Lion Air, o piloto, alegando problemas técnicos no avião, solicitou o retorno ao controle de tráfego aéreo de Jacarta antes da queda. No voo anterior, a aeronave já havia apresentado problemas em relação aos dados de altitude e velocidade. Ainda de acordo com a companhia, os comandantes eram experientes, com mais de 11 mil horas de voo no currículo.

Reprodução
Mapa mostra viagem de 13 minutos do 737 Max da Lion Air antes da queda
Mapa mostra viagem de 13 minutos do 737 Max da Lion Air antes da queda
As caixas pretas do Boeing 737 Max 8, que estava apenas há dois meses em operação, já foram localizadas pelas equipes de buscas, mas ainda não foram recolhidas pelos mergulhadores. Os destroços estão a uma profundidade de cerca de 40 metros e devem ser recuperados nos próximos dias.

Segundo informações, pelo menos 20 funcionários do Ministério das Finanças da Indonésia estavam a bordo do voo JT-610 da Lion Air.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora