Latam cria Comitê de Empresas por aproximação no corporativo | Empresas | PANROTAS
EMPRESAS

Latam cria Comitê de Empresas por aproximação no corporativo

Divulgação/Latam Brasil
Aline Silva (Latam), Marcel Frigeira (IBM), Christiane Coradi (Fiat), Igor Miranda (Latam), Annie Geraldine (Votorantim), Fernão Loureiro (Philips), André Sena (Latam), Caroline Carbone (Latam) e Lucas Correia (Latam)
Aline Silva (Latam), Marcel Frigeira (IBM), Christiane Coradi (Fiat), Igor Miranda (Latam), Annie Geraldine (Votorantim), Fernão Loureiro (Philips), André Sena (Latam), Caroline Carbone (Latam) e Lucas Correia (Latam)
A Latam Brasil segue seu movimento de aproximação com fornecedores e clientes de grande porte. Após a criação de um Comitê de Negócios, formado por TMCs, consolidadoras, operadoras e OTAs, agora foi a vez de representantes do público corporativo serem contemplados, com um Comitê de Empresas. O grupo composto por 11 grandes companhias nacionais se reuniu na última sexta-feira em São Paulo.

Além de altos executivos da Latam Brasil, estarão presentes nos encontros do Comitê de Empresas representantes de corporações como IBM, Fiat, Votorantim e Philips. "O cliente corporativo conhece muito bem nossos serviços e tem valiosas informações para compartilhar conosco”, comentou o diretor de Marketing e Vendas da Latam Brasil, Igor Miranda.

“Queremos manter esses encontros quadrimestrais para uma troca de ideias e experiências com este público tão importante para a Latam. A proposta é ouvir diretamente de nossos clientes como podemos atender melhor suas expectativas e necessidades, buscando sempre mais eficiência e a melhoria contínua nas nossas entregas", complementa Miranda.

O segmento corporativo é o mais rentável da aviação comercial. Historicamente líder nesta fatia do mercado, a Latam Brasil perdeu o posto para a Gol nos últimos anos. De acordo com o relatório da Abracorp para o terceiro trimestre de 2018, a Latam é responsável por 27% de share – contra 34,09% da Gol.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA