EMPRESAS

United e Copa Airlines também suspendem voos em 737 Max


Marcel Buono
Companhia do Panamá possui seis Max na frota
Companhia do Panamá possui seis Max na frota
Após a segunda queda em menos de cinco meses do modelo Boeing 737 Max, a United e Copa Airlines também suspenderam as operações de voos, assim como a Air Canada e a Gol. “Nada é mais importante para nós do que a segurança de nossos clientes e funcionários, e cumpriremos o pedido da FAA (Administração Federal de Aviação) e colocar em terra as nossas 14 aeronaves 737 Max 9, com vigência imediata”, disse a United em comunicado.

“Nossas aeronaves Max são responsáveis por cerca de 40 voos por dia e, por meio de uma combinação de reposicionamento de outros tipos de aeronaves e remarcação de clientes, não prevemos um impacto operacional significativo”, ressaltou a aérea norte-americana.

Já a Copa Airlines, junto à Autoridade Aeronáutica Civil do Panamá, decidiu suspender, imediatamente e de maneira temporária, a operação dos seus Max 9. Os voos operados com o modelo serão cobertos com o restante da frota e a empresa prometeu fazer “o possível para minimizar o impacto nos itinerários de seus passageiros”. A frota de seis aeronaves Max 9 da Copa soma quase 1,4 mil voos e mais de 7,7 mil horas de voo desde setembro de 2018.

PROIBIÇÃO DE TRUMP
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou à FAA a proibição de pousos e decolagens do Boeing 737 Max 8. Em resposta, a Boeing emitiu um comunicado paralisando a frota da família Max em todo o mundo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA