EMPRESAS

Latam Airlines faz proposta para comprar ativos da Avianca


Marcos Martins
Jerome Cadier, presidente da Latam Brasil
Jerome Cadier, presidente da Latam Brasil
A Latam Airlines Brasil, presidida por Jerome Cadier, entrou oficialmente na briga pela compra de ativos da Avianca Brasil, companhia aérea que está, desde dezembro, em recuperação judicial, e que vem travando uma batalha com credores para manter parte de sua frota.

A Latam afirma que “foi abordada por Elliott Associates LP, Elliott International LP e Manchester Securities Corporation, os maiores credores da dívida da Oceanair Linhas Aéreas SA (nome da companhia que originou a Avianca Brasil) e AVB Holding SA (conjuntamente Avianca Brasil), para participar de uma proposta de reestruturação dessas empresas”.
Pela proposta, a Latam Airlines Brasil comprometeu-se em fornecer à Avianca Brasil empréstimos no valor de pelo menos US$ 13 milhões para financiar, em parte, o capital de giro e apoiar a continuidade das operações.

A Latam Airlines Brasil concordou ainda em apresentar uma oferta no próximo leilão para pelo menos uma Unidade Produtiva Isolada (UPI), juntamente com seus respectivos ativos (incluindo, entre outros, contratos, certificados operacionais, permissões e slots), da proposta de reestruturação da Elliott, no valor mínimo de US$ 70 milhões.

A Latam e a Elliott vão disputar com a Azul Linhas Aéreas, que também tem uma proposta na mesa, com valor de cerca de US$ 105 milhões por aeronaves e slots, e também com um valor de empréstimo.

Leia também
Presidente da Latam fala sobre interesse na Avianca
Para consultor, Azul terá prioridade na disputa
Cadier tem visão crítica de recuperação da Avianca Brasil


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora