Sem dinheiro para combustível, aérea suspende operações

|

A Jet Airways, uma das maiores empresas aéreas da Índia, anunciou que realizará ainda hoje o seu último voo. Em crise financeira, sem nenhuma perspectiva de aporte financeiro e com credores cobrando pagamentos de dívidas atrasadas, a companhia cancelou todos os seus voos domésticos e internacionais. Em comunicado oficial, a Jet Airways diz que não tem caixa para pagar por combustível ou outros serviços essenciais para manter as operações em funcionamento.

Reprodução/Facebook

A Jet Airways tem lutado há meses para sustentar o negócio e continuar operando. A decisão de hoje veio logo após o State Bank of India negar um financiamento emergencial solicitado pela empresa. O aumento do preço do petróleo e o aumento da volatilidade da moeda indiana piorou a situação da companhia. Além disso, a Jet Airways se viu diante de novos players, como é o caso da Indigo, aérea indiana de baixo custo. Se encerrar definitivamente suas operações, cerca de 20 mil pessoas ficarão sem emprego.

“Nas últimas semanas e meses, a empresa tentou todos os meios possíveis para obter um financiamento. Infelizmente, apesar de seus melhores esforços, não temos outra opção que não seja uma suspensão temporária das operações de voo”, diz o comunicado. “Depois de 25 anos compartilhando a alegria de voar com hóspedes indianos e internacionais, a Jet Airways foi forçada a tomar essa medida extrema, uma vez que esforços prolongados e sustentados com credores e autoridades não produziram os resultados desejados.”

A transportadora foi fundada no início de 1990 pela Naresh Goyal e passou a dominar a indústria de aviação da Índia, respondendo por quase 20% dos passageiros transportados pelas companhias aéreas indianas em 2018.



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA