EMPRESAS

Gol cresce em demanda, oferta e ocupação em maio

A Gol registrou um aumento de 0,5% na oferta (ASK) e de 7% na demanda (RPK) no mês de maio. Apesar do volume de decolagens ter reduzido 4,6% e o total de assentos ter reclinado 1% em relação ao mesmo mês do ano passado, a taxa de ocupação da companhia chegou a 82,9%, um aumento de cinco pontos percentuais em relação a maio de 2018. Os números, ainda preliminares, foram divulgados hoje pela empresa.

Divulgação

No mercado internacional, a aérea também registrou excelentes resultados. A oferta e a demanda aumentaram 55,6% e 71,9%, respectivamente, e a taxa de ocupação foi 75,3%. Vale ressaltar que, em maio do ano passado, a companhia ainda não operava alguns voos internacionais, como os que partem de Brasília e Fortaleza para Miami e Orlando.

A oferta total da companhia foi superior em 5,8% devido ao aumento de 1,2% no total de assentos, redução de decolagens em 2,3% e aumento da etapa média. A demanda total (RPK) da Gol aumentou em 12,5% em relação a maio de 2018 e a taxa de ocupação consolidada atingiu 81,9%.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA