EMPRESAS

MTur comemora entrada da Flybondi no mercado brasileiro

Um dia depois de a Anac anunciar a autorização da low cost Flybondi para operar no mercado brasileiro, o Ministério do Turismo se pronunciou por meio do ministro Marcelo Álvaro Antônio e do seu secretário Nacional de Integração Interinstitucional, Bob Santos. Ambos comemoraram a entrada da companhia aérea como fator de fomento do setor e ampliação da conectividade aérea no País.

“A nova operação traz mais ofertas de baixo custo para os viajantes e faz parte de uma nova estratégia do Turismo, que coloca o setor no centro da agenda econômica do País. Vivemos um momento extremamente propício ao ambiente de negócios no Brasil, com impacto direto na vida da população, a ampliação da disponibilidade de voos e a consequente redução de custos”, disse o ministro do Turismo.

Emerson Souza
Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo
Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo
“Essa é uma importante vitória para o setor. Desconcentrar o mercado é dar condições para que mais turistas, brasileiros e estrangeiros, viajem mais dentro do País. Ganham os consumidores, os destinos, a indústria nacional de viagens e o Brasil”, completou Bob Santos.

A estreia da Flybondi no Brasil será por meio da rota entre Buenos Aires, na Argentina, e o Rio de Janeiro, em outubro. Porém, de acordo com o CEO da companhia aérea, Sebastián Pereira, outras cidades brasileiras deverão ser atendidas futuramente.

“Estamos muito felizes com o lançamento de um novo destino internacional, e alcançá-lo em tão pouco tempo é um sucesso importante para a empresa e para o setor. Somos uma empresa com uma proposta de longo prazo e visão regional. Esperamos em pouco tempo poder adicionar outras rotas para dar maior conectividade ao nosso País e a liberdade de voar a milhares de pessoas”, declarou Pereira.

Atualmente, a Flybondi transporta mais de 1,6 milhão de passageiros em 26 rotas e 16 destinos. A aérea será a terceira do modelo low cost a atuar no território nacional. Recentemente, a chilena Sky Airline e a europeia Norwegian começaram a voar para aeroportos brasileiros.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora