Gol revisa projeções financeiras para 2019 e 2020

|


Divulgação

Na mesma data em que reportou os números do segundo trimestre, a Gol também revisou suas projeções financeiras para 2019 e 2020. Segundo a companhia, as projeções estão ajustadas para refletir as recentes variações nos preços do petróleo, a depreciação do real versus dólar americano e ajustes ao plano de frota.

Entre as revisões, a aérea destacou o lucro por ação, que agora espera que fique entre R$ 1,40 e R$ 1,70, ante o R$ 1,20 a R$ 1,60 previsto anteriormente. Para o próximo ano, estima entre R$ 2 e R$ 2,50 reais, contra o R$ 1,80 e R$ 2,30 estimados previamente.

LEIA TAMBÉM
Gol atinge receita líquida recorde de R$ 3,1 bilhões no 2T19

A frota média total ficará entre 125 e 127 neste ano, contra 124 a 127 previsto anteriormente; e entre 131 e 136 em 2020.

“Estas perspectivas financeiras poderão ser ajustadas visando incorporar a evolução do desempenho operacional-financeiro da Gol e eventuais mudanças na economia brasileira e no mercado em que a Gol atua, incluindo variações do crescimento do PIB, taxa de juros, câmbio e tendência no preço do petróleo. A Gol tem aproximadamente 67% de seu consumo de combustível para o ano de 2019 protegido por contratos de hedge, a um custo médio de US$62 e 56% do seu consumo de combustível para o ano de 2020, a um custo médio de US$64”, destacou a companhia, em comunicado aos investidores.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA