EMPRESAS

Boeing precisa dar mais detalhes para retorno do Max

O presidente da agência norte-americana de aviação (FAA), Steve Dickson, disse hoje que a Boeing precisar dar mais detalhes, como por exemplo, o envio da versão pré-produção de uma atualização de software do avião, antes de pedir o retorno da operação do Boeing 737 Max.

Dickson se reuniu com representantes da fabricante norte-americana nesta semana para acompanhar o processo de recertificação da aeronave, que está proibido de voar desde março.

Flickr/Paul Thompson
Ainda não há uma previsão de quando será o voo de recertificação da aeronave
Ainda não há uma previsão de quando será o voo de recertificação da aeronave

“Eu não vou liberar o avião até que esteja pessoalmente satisfeito”, disse o presidente da FAA a Reuters.

Ainda não há uma previsão de quando será o voo de recertificação do Max. Enquanto a Boeing tem afirmado que espera que os voos sejam retomados no início do quarto trimestre, algumas autoridades governamentais afirmam que o procedimento não deverá ocorrer antes da segunda quinzena de outubro.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA