EMPRESAS

SAA pede nova ajuda financeira ao governo

A South African Airways disse que aguarda para este mês um aporte de US$ 376 milhões do governo sul-africano. No entanto, líderes da companhia aérea disseram nesta semana que, além deste investimento, vai precisar de mais ajuda financeira.

Facebook/FlySAA

A dívida atual da empresa é de US$ 865 milhões, sendo US$ 627 milhões em dívida herdade e US$ 238 milhões em financiamento de capital de giro, fornecido por bancos. Segundo a Reuters, a empresa aérea precisará de mais US$ 136 milhões até dezembro.

No ano passado, a SAA recebeu US$ 343 milhões para o exercício do ano fiscal 2018-2019.
Paralelamente a isso, corre um plano para fundir as três aéreas estatais do país: SAA, Mango Airlines e South Afircan Express. Segundo fontes, o acordo já está em estágio avançado e pode ser aprovado já na próxima semana.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA