EMPRESAS

Latam colocará o A350 entre São Paulo e Lisboa a partir de fevereiro


Wikicommons/Ken Fielding

A rota São Paulo-Lisboa, da Latam, é, segundo o presidente da empresa, Jerome Cadier, uma das boas surpresas na Europa, continente que sofre com o excesso de oferta para o Brasil (ao contrário dos Estados Unidos, que cortou capacidade no último ano e está com a oferta mais equilibrada). Tanto que a empresa colocará, a partir de fevereiro, um A350 novo, que o grupo receberá, para operar a ligação diária, hoje feita com o 767. “É nossa melhor aeronave, moderna, com uma executiva incomparável”, afirmou o presidente.

Se houvesse disponibilidade de slots, a Latam colocaria mais frequências para Lisboa, garante Cadier.

Em breve as operações da Latam para a Europa ganharão o reforço do joint-business agreement com a Iberia e British, o que deve aumentar as possibilidades de parceria e voos na malha para as cidades europeias. Tanto a JB com as duas empresas da Europa como a com a American já estão aprovadas em todos os mercados onde a Latam opera, menos no Chile. Dessa forma, os acordos estão sendo redesenhados sem incluir as operações no Chile, que ganhará um novo projeto para buscar aprovação das autoridades locais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA