EMPRESAS

Empréstimo da United à Avianca será de quatro anos


Danilo Teixeira Alves
O CFO da Avianca Holdings S.A., Adrián Neuhauser
O CFO da Avianca Holdings S.A., Adrián Neuhauser
A Avianca Holdings chegou a um acordo com a United Airlines e Kingsland Holdings S.A. em relação à proposta de investimento de até US$ 250 milhões e estabeleceu as condições para o pagamento. O acordo é um empréstimo de quatro anos com uma taxa de juros de 3%. Os juros serão capitalizados até o vencimento do crédito, garantindo maior flexibilidade de caixa à Avianca. Além disso, o financiamento pode ser convertido em ações a critério da Avianca – a um preço equivalente de US$ 4,637, o que representa um prêmio de 35% sobre o preço médio da ação dos últimos 90 dias - sujeito a certas condições, se o preço da ação exceder de forma estável US$ 7 ou voluntariamente, a critério da United Airlines e Kingsland Holdings. O empréstimo será garantido pelas participações acionárias da Avianca Holdings em suas principais subsidiárias.

Por enquanto, trabalha-se na formalização e documentação final que deve ser concluída em meados de outubro. O financiamento permanece sujeito a condições de fechamento, incluindo a obtenção de um acordo abrangente de um novo agendamento com os credores e fornecedores da Avianca e o fechamento final da troca de títulos de 2020 por US$ 550 milhões.

"A United Airlines parabeniza a Avianca Holdings por dar esse importante passo em seu plano Avianca 2021. Estamos confiantes de que a empresa alcançará com sucesso os acordos com outros aliados estratégicos e vamos trabalhar juntos para concluir a documentação final do nosso empréstimo", disse o vice-presidente sênior de Alianças da United Airlines, John Gebo.

"Estamos muito felizes por ter chegado um acordo com a Avianca Holdings nos termos deste empréstimo", complementou o presidente da Kingsland, Roberto Kriete. "Esperamos ansiosamente a conclusão bem-sucedida do reequilíbrio da dívida da empresa e trabalharemos com a administração para alcançar o sucesso do plano Avianca 2021".

O CFO da Avianca Holdings S.A., Adrián Neuhauser, disse que esse acordo é de suma importância para a empresa: “Ele representa outra etapa crucial na execução financeira do nosso plano Avianca 2021, juntamente com o êxito que alcançamos até o momento na oferta de troca de nossos títulos. Acreditamos que os termos com os quais concordamos são muito atraentes, e agradecemos a confiança na nossa empresa demonstrada pela United e pela Kingsland no processo em que estamos todos seguindo em frente rapidamente.”

A Avianca informa ainda que "avança rapidamente na formalização das negociações com seus credores, no cumprimento das condições para o fechamento da troca de títulos e no fechamento deste empréstimo no menor tempo possível". "Após a conclusão desse processo, a Avianca espera oferecer aos seus acionistas preferenciais a oportunidade de participar no financiamento de US$ 125 milhões em condições semelhantes", finaliza o comunicado.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA