EMPRESAS

Sindicato de pilotos da Southwest processa Boeing


Wikicommons

O sindicato que representa os pilotos da Southwest Airlines decidiu processar a Boeing. A entidade afirmou que está exigindo mais de US$ 100 milhões por danos estimados pelo menos até o final deste ano.

O processo diz que a Boeing abandonou as boas práticas de projeto e engenharia, além de não ter divulgado informações essenciais de segurança aos reguladores e enganou deliberadamente seus clientes, pilotos e o público sobre o verdadeiro escopo das alterações no projeto", afirmou o processo.

A Boeing, por sua vez, diz acreditar que esse processo não se sustentará e que se defenderá na Justiça. "Continuaremos trabalhando com a Southwest Airlines nos esforços para que o Max possa a voltar a operar com segurança”, informou.

Além disso, a empresa pretende usar pilotos em uma campanha para tranquilizar os viajantes, já que os reguladores devem aprovar as mudanças que a empresa está fazendo na aeronave.

A Boeing enfrenta dezenas de ações movidas por famílias de passageiros e resolveu algumas por termos não revelados.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA