EVENTOS

CEO da Turkish cutuca fabricantes em conferência anual

A Turkish Airlines reuniu 1,2 mil convidados de 75 nacionalidades em Istambul, na Turquia, para comemorar os dez anos do seu Corporate Club, programa que oferece benefícios a viajantes corporativos. Durante dois dias, os participantes assistiram a palestras focadas no Turismo de negócios e ainda puderam desfrutar de um tour de barco pelo Bósforo, estreito que corta a cidade e a divide entre os continentes europeu e asiático.

Sediado no Hilton Istanbul Bomonti Hotel & Conference Center, o evento contou com o apresentador da BBC, Aaron Heslehurst, como mestre de cerimônia e mediador das conversas realizadas no Great Ballroom da propriedade inaugurada em 2014. E como não poderia ser diferente devido à magnitude da celebração, o presidente e CEO da Turkish Airlines, Ilker Ayci, foi o responsável por abrir os trabalhos. Ele destacou números da empresa, a operação do novo Aeroporto Internacional de Istambul e ainda cutucou as fabricantes de aeronaves.

Marcel Buono
Aaron Heslehurst, apresentador da BBC, e Ilker Ayci, CEO da Turkish Airlines
Aaron Heslehurst, apresentador da BBC, e Ilker Ayci, CEO da Turkish Airlines
"Temos 24 Boeing 737 Max proibidos de voar, mas nosso desempenho continua melhorando apesar deste fato inesperado. No momento, a única coisa que podemos fazer é esperar e confiar no trabalho que está sendo realizado pela Boeing e pelas autoridades de aviação civil responsáveis pela regulação da aeronave, como a FAA. Esta não é a primeira vez que deixamos de contar com aviões que estavam nos nossos planos, até mesmo porque atrasos nas entregas por parte das fabricantes acontecem com frequência, tanto da Boeing como da Airbus”, cutucou Ilker Ayci.

De janeiro a agosto deste ano, a companhia aérea transportou quase 50 milhões de passageiros, o que representou uma queda de 2,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O maior recuo foi visto nas viagens domésticas, que caíram 7,2%. Já os voos internacionais transportaram 1,9% mais pessoas. No total, a taxa de ocupação foi de 81,2%.

Marcel Buono
CEO e presidente da Turkish Airlines, Ilker Ayci foi o primeiro a falar com a plateia
CEO e presidente da Turkish Airlines, Ilker Ayci foi o primeiro a falar com a plateia
“O nosso trabalho é garantir o máximo de segurança e de serviços aos nossos clientes. Mostramos uma grande dedicação e nos planejamos para enfrentar os desafios que aparecem ano a ano. Somos uma companhia aérea cinco estrelas e temos a missão de mantê-la no topo. Um exemplo da nossa busca pela melhor experiência possível de voo é que implantaremos, em breve, um menu que contará com o número de calorias e ingredientes das nossas refeições. Nos preocupamos de maneira única com o bem-estar dos nossos passageiros”, acrescentou o CEO da Turkish Airlines.

NOVO AEROPORTO, NOVO PATAMAR

Ilker Ayci também destacou o início da operação do Aeroporto Internacional de Istambul, inaugurado em outubro de 2018 a 45 quilômetros de distância do Aeroporto Ataturk, até então principal porta de entrada da Turquia para mercados exteriores. De acordo com ele, a transferência de todas as operações da companhia de um local para o outro, além de ter sido a maior do mundo, foi realizada em tempo recorde.

“Trabalhamos dois anos com consultorias internacionais para que o trabalho de transferência do Ataturk para o novo aeroporto fosse perfeito. Atrasamos a inauguração em seis meses de maneira proposital e conseguimos finalizar a transição em 32 horas. Inicialmente, nosso prazo era de 45 horas”, comemorou o presidente da aérea de bandeira da Turquia.

Marcel Buono
Turkish Airlines tem 77% de share nas operações do novo aeroporto de Istambul
Turkish Airlines tem 77% de share nas operações do novo aeroporto de Istambul
“Nos últimos 15 anos, a Turkish Airlines cresceu mais do que a média da aviação civil internacional, e eu liderei os últimos cinco anos. O novo aeroporto é um hub natural por sua posição geográfica e temos que aproveitá-lo de maneira inteligente, não podemos nos acomodar por sua inauguração. Ele foi a história do ano, mas para o próximo terá que ser outra. Nosso foco será na implantação de novas tecnologias”, finalizou Ilker Ayci.

No último ano, a Turkish Airlines transportou 75 milhões de passageiros entre suas rotas domésticas e internacionais, sendo a companhia aérea que voa para mais países no mundo. Atualmente, sua frota conta com mais de 340 aeronaves com idade média de 8,3 anos e, até 2023, a expectativa é que tal número ultrapasse as 500 unidades, sendo responsável pelo transporte de mais de 120 milhões de passageiros anualmente.

A PANROTAS viaja a convite da Turkish Airlines e com proteção Vital Card.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA