Avianca reajusta malha no Rio e anuncia Porto Alegre-Bogotá

|

Dando continuidade ao seu plano de reestruturação, a Avianca Holdings anunciou hoje algumas mudanças em suas operações no Brasil. Além do aumento de frequências na rota São Paulo-Bogotá, anunciada ainda em 2019, a empresa aérea também reajustará sua malha no Galeão, no Rio de Janeiro.

Wikicommons
Companhia fará algumas mudanças em suas operações no Brasil
Companhia fará algumas mudanças em suas operações no Brasil

A rota Rio-Bogotá passa de sete para 12 frequências a partir de 29 de março. O novo voo partirá do Galeão às 00h30, pousando na cidade colombiana às 05h10. No sentido inverso, o voo decola 14h50 e chega ao Rio às 23h05.

Já os voos para Lima serão reduzidos de sete para três frequências semanais. Segundo a companhia, esta redução é temporário e valerá até o dia 11 de junho. O voo AV921 Lima-Rio passa a operar às terças, quintas e sábados e o retorno, o AV920, às quartas, sextas e domingo.

A colombiana também optou por reduzir até a mesma data as frequências de sua operação direta entre Porto Alegre e Lima, de sete para quatro operações semanais. O voo Lima-Porto Alegre segue operando às segundas, quartas, sextas e domingos. O retorno acontece às segundas, terças, quintas e sábados.

EM APROVAÇÃO
Além das mudanças dos voos já em operação, a Avianca também anunciou que aguarda a aprovação para iniciar uma nova rota no Brasil, que ligará Porto Alegre a Bogotá. Se aprovado, os voos deverão ter início em junho de 2020.

“A Avianca avalia constantemente sua rede para operar de maneira mais eficiente, concentrando seus recursos nas rotas de melhor desempenho e maior lucratividade, além de ser consistente com o plano de simplificação de frota anunciado recentemente. Nesta ocasião, a empresa apresenta um plano sólido que se concentra em três pontos estratégicos: aumento de voos de Bogotá e algumas cidades importantes, abrindo novas rotas e reorganizando as conexões internacionais”, disse o ?diretor de Planejamento da Avianca Holdings, Michael Swiatek.
?
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA