Copa e United se destacam e Latam lidera no inter da Abracorp

|



O câmbio alto, favorecendo o dólar, salvou o ano para a maioria das empresas aéreas que operam voos internacionais, quando analisamos os dados de vendas da Abracorp em 2019.

As associadas da entidade venderam R$ 2,8 bilhões em bilhetes, um crescimento de apenas 0,9%. No total, foram emitidas 642,6 mil passagens aéreas internacionais, com tarifa média de R$ 4,3 mil (queda, em quantidade de bilhetes, de 8% frente a 2018).

Praticamente todas as companhias apresentaram queda no número de bilhetes e a maioria caiu também nos reais gerados. United Airlines e Copa foram exceções no Top 10, e abaixo dele a Gol e a Qatar. Confira abaixo:


Danilo Teixeira Alves

A Latam liderou com 18,4% de share de vendas no internacional, mas caiu 3,1% em bilhetes: 122,6 mil, para um total de vendas de R$ 518,6 milhões. Os resultados de Latam e American (segunda colocada) foram decisivos para que a Oneworld fosse a aliança mais vendida pela Abracorp. A má notícia é que a Latam se despede da aliança em 1º de maio de 2020.

A American Airlines, com 11,6% de share, vendeu 48,6 mil bilhetes (-21%) e gerou R$ 327,9 milhões (+1,5%).

A United aparece na terceira posição com 42,6 mil passagens (estável com 2018), mas acréscimo de 21% em vendas, chegando a R$ 310,9 milhões.

Em quarto lugar, com 9,3% de share vem o grupo Air France-KLM, com queda de 12,4% em bilhetes (42,6 mil) e R$ 261,9 milhões em vendas (-5%).

Na quinta colocação ficou o grupo Lufthansa/Swiss, com 26,3 mil passagens emitidas pela Abracorp (-18,3%), share de 6,6% em vendas, para um total de R$ 186,2 milhões (-17,9%).



Completam a lista de vendas da Abracorp (voos internacionais 2019):


Delta Air Lines: 23,9 mil bilhetes e R$ 167,6 milhões em vendas (-25,2% e -0,5%, respectivamente)
Emirates: 17,5 mil bilhetes e R$ 149,4 milhões (estável e +9,2%)
British/Iberia: 24,8 mil bilhetes e R$ 137 milhões (-15,3% e -7,3%)
Tap: 26,6 mil e R$ 110,7 milhões (-17% e -3,2%)
Copa Air Lines: 29,2 mil e R$ 103,4 milhões (+6,4% e +21,3%)

Avianca: 29,9 mil e R$ 78,1 milhões (-35% e -33%)
Aeromexico: 15,3 mil e R$ 66,4 milhões (-1,8% e +10,4%)
Gol: 41,5 mil e R$ 61,9 milhões (+22,3% e +7,5%)
Air Canada: 6,7mil e R$ 43,3 milhões (-31% e + 12,2%)
Alitalia: 10,1 mil e R$ 43,2 milhões (-15,2% e -4,7%)

Aerolíneas Argentinas: R$ 41,7 milhões (-14,3%)
Qatar: R$ 43,3 milhões (+41%)
Azul: R$ 35,6 milhões (+19%)
Air Europa: R$ 20,4 milhões (-4,3%)

Turkish: R$ 19,3 milhões (-23,9%)
SAA: R$ 18,8 milhões (-18,7%)
Air China: R$ 8 milhões (+16,4%)
Ethiopian: R$ 6,9 milhões (-20,2%)
E ainda Qantas (R$ 4 milhões), Singapore (R$ 2,5 milhões), Boliviana (R$ 2 milhões), Taag (R$ 1,2 milhão) Korean (R$ 1,1 milhão) e Etihad (R$ 859 mil).

Fonte: www.abracorp.org.br/bi

Leia os dados gerais da Abracorp em 2019
Gol lidera no doméstico
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA