EMPRESAS

Delta investirá US$ 1 bi para reduzir a zero emissões de carbono

|


Divulgação
As aeronaves da Delta são responsáveis por 98% das emissões de carbono da aviação
As aeronaves da Delta são responsáveis por 98% das emissões de carbono da aviação
A Delta Air Lines investirá US$ 1 bilhão nos próximos dez anos para tentar reduzir o impacto ambiental na aviação. A norte-americana pretende se tornar a primeira companhia neutra em carbono com financiamento em tecnologias e projetos inovadores ligados à redução de resíduos poluentes. A estratégia da companhia beneficiará comunidades do mundo inteiro por meio de reduções em ar e terra.

"Não há desafio que exija mais necessidade de inovação do que a sustentabilidade, e temos consciência de que não há uma solução única. É nossa responsabilidade garantir o máximo de cuidado com o meio-ambiente. A partir de agora, vamos acelerar os nossos investimentos e estabelecer um compromisso ambiental ambicioso. Ainda não temos todas as respostas, mas sabemos que os nossos esforços a longo prazo vão causar um impacto significativo ao planeta", afirma o CEO da Delta, Ed Bastian.

A indústria da aviação é responsável por aproximadamente 2% das emissões globais de carbono do planeta. Diversas companhias já se comprometeram a alcançar a marca zero a partir deste ano, tomando medidas como a eliminação de plástico de uso único, investimento em biocombustíveis e a compra de aeronaves mais eficientes. Por ter um dos maiores impactos, a Delta pretende alcançar sua meta por meio de esforços para diminuir o uso de combustível e aumentar a eficiência, investimentos em tecnologias aéreas e engajamento com colaboradores, fornecedores e parceiros globais.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA