Alitalia retomará serviços diretos para Nova York e Espanha

|

A Alitalia retomará, a partir de 2 de junho, as operações sem escala Roma-Nova York, Roma-Madri e Roma-Barcelona, além de voos entre Milão e o sul da Itália. A companhia aérea operará 36% de voos a mais em relação ao mês de maio, atuando em 30 rotas para 25 aeroportos, incluindo 15 na Itália e dez no Exterior.

Wikicommons
Alitalia operará 36% de voos a mais em relação ao mês de maio
Alitalia operará 36% de voos a mais em relação ao mês de maio
Do aeroporto de Milão Malpensa, onde a empresa continuará suas operações até a reabertura do aeroporto de Linate, a aérea operará, além dos oito voos diários para Roma Fiumicino, dois voos diários de e para Bari, Catânia e Palermo (exceto se houver a extensão da restrição ao transporte aéreo de e para a Sicília, que atualmente está em vigor) e quatro voos diários de e para Cagliari, Alghero e Olbia.

Já sobre os serviços no aeroporto de Roma, depois de ter aumentado os para a cidade de Cagliari (de quatro para seis voos por dia), desde ontem (21), a Alitalia aumentou seus voos para Catânia e Palermo (de seis para oito diários) e, em junho, a transportadora conectará seu hub no aeroporto de Roma Fiumicino com Alghero, Bolonha, Bari, Gênova, Lamezia Terme, Milão, Nápoles, Olbia, Pisa, Turim, Veneza. E, no exterior, com Nova York, Barcelona, Bruxelas, Frankfurt, Genebra, Londres, Madri, Munique, Paris e Zurique.

Para o terceiro trimestre de 2020, a companhia espera ampliar sua atividade em cerca de 40% do que foi planejado antes do início da pandemia de covid-19. A oferta de voos aumentará de acordo com a tendência da demanda, que já está se recuperando em algumas rotas domésticas e se beneficiando da revogação progressiva por países estrangeiros das restrições de voos e passageiros provenientes da Itália, bem como do arrefecimento das diretrizes que desencorajavam as viagens à Itália.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA