Com retorno próximo, Copa garante segurança a bordo

|

Carlos Antunes, gerente regional de Vendas da Copa Airlines
Carlos Antunes, gerente regional de Vendas da Copa Airlines
Com o retorno dos voos comerciais entre o Brasil e o Panamá se aproximando, a Copa Airlines novamente reforçou seu compromisso com a segurança dos passageiros e tripulantes ao detalhar seus novos protocolos em entrevista ao Portal PANROTAS. "Para a Copa, a prioridade sempre foi e será a segurança de seus passageiros e colaboradores, por isso implementamos robustas medidas de desinfecção, higiene e biossegurança em nossas operações, para oferecer um ambiente seguro em cada etapa da viagem", afirmou o gerente regional de Vendas da aérea, Carlos Antunes.

A Copa Airlines implementou procedimentos como o uso obrigatório de máscaras, medição da temperatura de passageiros e colaboradores, medidas de desinfecção com produtos de alta performance, limpeza e distanciamento físico nas instalações e pontos de contato do aeroporto, desinfecção profunda de aeronaves com pistolas eletrostáticas antes de cada voo, entre outras. As medidas de biossegurança foram desenvolvidas por uma comissão médica especializada em biossegurança, seguindo recomendações de autoridades sanitárias nacionais e internacionais, e foram testadas com sucesso em voos humanitários operados nos últimos cinco meses.

"Todas as aeronaves da Copa Airlines são equipadas com filtros de alta eficiência (HEPA na sigla em inglês), que purificam até 99,97% das partículas de vírus e bactérias, semelhante a uma sala de cirurgia. Além disso, o sistema de recirculação do ar na cabine renova o ar a cada 2 a 3 minutos e seu movimento vertical impede que seja compartilhado com os passageiros nas laterais e na frente. Esta capacidade, somada à altíssima proteção proporcionada pela máscara, obrigatória durante todo o voo, oferece um ambiente seguro e saudável a bordo", explicou Antunes.

O executivo entende que o covid-19 alterou a forma como a Copa Airlines opera, assim como alterou as expectativas dos passageiros. Por isso, a aérea afirma fazer um esforço especial para mantê-los informados sobre as medidas de desinfecção, higiene e biossegurança que foram implementadas e reforçar em todos os voos. "É importante que nossos passageiros fiquem atentos às atualizações divulgadas pelos canais de comunicação oficiais e redes sociais da companhia aérea para se manterem informados", sugeriu o gerente de Vendas.

Antunes também afirmou que a Copa Airlines continuará a implementar e reforçar as medidas de desinfecção, higiene e biossegurança recomendadas pelas autoridades sanitárias nacionais e internacionais, e farão o possível para minimizar os riscos e garantir uma experiência de viagem segura e tranquila aos passageiros.

A Copa Airlines marcou para 4 de setembro o seu retorno com o voo São Paulo-Cidade do Panamá, duas vezes por semana. No dia 18 de setembro será a vez do Rio-Cidade do Panamá. Em outubro, devem voltar os voos de Brasília e Belo Horizonte. As ligações com o Nordeste devem ficar para o final do ano ou para 2021, dependendo da evolução da demanda e das restrições de viagens.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA