Latam retoma Rio-Santiago e SP-Bogotá e passa de 400 voos/dia

|

Marcos Martins
Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil
Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil
O Grupo Latam Airlines chega a janeiro operando 40% da sua capacidade global (em dezembro operou 38%). No Brasil, seu maior mercado na América Latina, a empresa deverá operar até 46% da sua capacidade (retomando 63% da sua operação doméstica e 24% internacional), alcançando 44 destinos no País com até 406 voos diários, em 85 rotas domésticas e 15 internacionais.

A companhia acrescenta três novas rotas domésticas, desde 1º de janeiro: São Paulo/Congonhas-Foz do Iguaçu, São Paulo/Congonhas-Ilhéus e Brasília-Porto Seguro. Voltam a operar, também desde o dia 1º, as rotas internacionais: São Paulo/Guarulhos-Bogotá e Rio de Janeiro/Galeão-Santiago. Atualmente, do Brasil para o Exterior, a companhia opera 13 destinos: Assunção, Buenos Aires, Bogotá, Boston, Cidade do México, Frankfurt, Lima, Lisboa, Madri, Miami, Montevidéu, Nova York e Santiago.

Confira abaixo os detalhes da operação da Latam no Brasil e demais países da América do Sul:

BRASIL
46% da operação projetada (em relação a janeiro de 2020)
63% do doméstico e 24% do internacional
Rotas totais em janeiro: 85 domésticas (equivalente a 406 voos diários) e 15 internacionais.

Três novas rotas domésticas, começando em 1º de janeiro:
Brasília-Porto Seguro
São Paulo/Congonhas-Foz do Iguaçu
São Paulo/Congonhas-Ilhéus

Duas novas rotas internacionais:
São Paulo/Guarulhos-Bogotá
Rio de Janeiro/Galeão-Santiago

CHILE
30% da operação projetada (em relação a janeiro de 2020)
35% doméstico e 27% internacional
Rotas totais em janeiro: 15 domésticas (equivalentes a 92 voos diários) e 14 internacionais.

Duas novas rotas domésticas:
Santiago-Valdivia
Antofagasta-Concepción

Nova rota internacional:
Santiago-Rio de Janeiro/Galeão

COLÔMBIA
64% da operação projetada (em relação a janeiro de 2020)
67% doméstica e 61% internacional
Total de rotas de janeiro: 23 domésticas (equivalente a 100 voos diários) e 5 internacionais

Seis novas rotas domésticas:
Cali-Medellín
San Andrés-Medellín
Bogotá-Valledupar
Cali-Santa Marta (a partir de 18 de janeiro)
Cali-Barranquilla (a partir de 25 de janeiro)
Medellín-Montería (a partir de 25 de janeiro)

EQUADOR
30% da operação projetada (em relação a janeiro de 2020)
50% doméstica e 22% internacional
Total de rotas em janeiro: mantidas 6 rotas nacionais (equivalente a 17 voos diários) e 3 rotas internacionais.

PERU
38% da operação projetada (em relação a janeiro de 2020)
57% doméstica e 31% internacional
Total de rotas de janeiro: 18 rotas domésticas (equivalente a 104 voos diários) e 17 rotas internacionais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA