Tap demite executivos do Conselho e escolhe próximo CEO

|

Trey Urbahn, Diogo Lacerda Machado e Esmeralda Dourado não farão mais parte do Conselho de Administração da Tap a partir do final de abril, depois de fechadas as contas do exercício do ano passado. As informações são do Presstur.

Divulgação
Tap demite executivos do Conselho e escolhe próximo CEO
Tap demite executivos do Conselho e escolhe próximo CEO
Urbahn foi um dos executivos que chegou à companhia portuguesa em dezembro de 2015 pelas mãos do então acionista David Neeleman e desempenhou as funções de chief strategy officer. Machado foi responsável pela revisão do acordo de repartição do poder na aérea, que aumentava a participação do estado no capital da Tap para 50% e dava aos privados a gestão do dia a dia. Já Esmeralda integrou o Conselho em junho de 2017.

O mandato dos três gestores terminou em dezembro, segundo uma fonte oficial do Ministério das Infraestruturas e da Habitação, que acrescenta ainda que os executivos “renunciam aos cargos ao abrigo do código das sociedades comerciais”.

O acordo entre o governo e os acionistas privados para a reorganização do quadro societário da Tap celebrado no ano passado, que determinou a saída de Neeleman, permitiu ao estado aumentar a sua participação para 72,5% do capital.

PRÓXIMO CEO
O próximo CEO da companhia aérea de Portugal deverá ser o alemão Albrecht Binderberger, ex-CEO da Saudi Arabian Airlines, que conta com uma vasta experiência na área da aviação, de acordo com o Publituris.

Segundo fontes, o processo já está muito avançado, mas. apesar de a informação já estar circulando, o Ministério, que tutela a Tap, não confirma, por enquanto, a escolha do novo CEO ou outras informações sobre o futuro líder da transportadora após aprovação do plano de reestruturação pela Comissão Europeia.

A nacionalização da aérea levou à saída, em setembro de 2020, de Antonoaldo Neves, que tinha assumido o cargo de CEO da companhia em fevereiro de 2018, substituindo Fernando Pinto. A gestão é atualmente liderada por Ramiro Sequeira, que assumiu a presidência executiva interina em julho de 2020.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA