Embraer adicionará dois estrangeiros ao Conselho de Administração

|

Divulgação
A Embraer adicionará este ano ao seu Conselho de Administração dois membros estrangeiros, com experiência em Aviação Comercial, no Comitê de Estratégia. A medida ocorre em linha com a nova estratégia da empresa para o período 2021-2025, de crescer via parcerias globais, projetos de inovação e diversificação de negócios.

“O setor de aviação está em plena transformação frente aos desafios da pandemia, da chegada de novos entrantes e do desenvolvimento de tecnologias inovadoras e sustentáveis. A Embraer também passa por um processo acelerado de evolução e entende que a incorporação agora de membros globais em Comitês do Conselho, e para o mandato seguinte no próprio Conselho, visa ao fortalecimento da Administração no que diz respeito a reforçar a visão global e preparar a companhia para o futuro”, afirmou o presidente do Conselho de Administração da Embraer, Alexandre Silva.

O Conselho de Administração é composto por 11 membros efetivos, sendo oito independentes. O Governo Brasileiro, detentor da Golden Share, nomeia um conselheiro e os colaboradores indicam outros dois conselheiros. O Conselho de Administração conta atualmente com o suporte de três comitês de assessoramento: o Comitê de Auditoria, Riscos e Ética (CARE), o Comitê de Pessoas e ESG (CPESG) e o Comitê de Estratégia e Inovação (CESTI).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA