Smiles divulga vencedores de seu primeiro hackathon

|


Reprodução/Smiles
O evento teve mais de 980 inscrições, com 97 times formados de 27 estados brasileiros
O evento teve mais de 980 inscrições, com 97 times formados de 27 estados brasileiros
A Smiles acaba de anunciar as três equipes vencedoras da primeira edição do hackathon da companhia, que contou com uma maratona com mais de 50 horas e envolveu cerca de 100 times. Smiles Teens, TripInvest e Fe_Smiles foram os destaques e conquistaram um milhão, 500 mil e 250 mil milhas, respectivamente.

A educação financeira foi o assunto que dominou os projetos, seguido de gamificação, remuneração de milhas e diversidade. O time vencedor, Smiles Teens, trouxe a importância de começar o planejamento ainda jovem. Seguindo uma linguagem e formato dentro do universo dos adolescentes, o aplicativo conduz o público para uma jornada de responsabilidades, com etapas a serem cumpridas até a realização da viagem.

Já o TripInvest proporciona uma organização financeira determinada pela perfil do viajante e investimento mais adequado ao seu estilo. Por fim, o Fe_Smiles é um canal no WhatsApp que utiliza inteligência artificial para ajudar no plano da economia, acúmulo de milhas e escolhas de viagem.

"Foram dias intensos e de muito aprendizado. Em poucas horas, recebemos projetos de muita qualidade, que reuniram mentes e perfis dos mais diversos, mas com uma sensibilidade apurada do cenário que atuamos e de como podemos fazer a diferença. Também foi inspirador entender como a viagem tem um significado diferente para as pessoas e que ela pode transformar muito a jornada de cada um e da sociedade", disse o CIO da Smiles, Luiz Borrego.

A companhia já estuda realizar uma nova edição do hackathon. "O primeiro hackathon superou nossas expectativas tanto no número de participantes quanto na riqueza de ideias e novos olhares. Essa é uma das principais vantagens de promover um evento como esse, ou seja, proporcionar troca de informações, entender a visão e desafios do ecossistema, construir um canal de relacionamento com diferentes públicos onde temos a oportunidade de compreender novas perspectivas e caminhos", ressalta Borrego.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA