IAG relata prejuízo de 1 bilhão de euros no 1º trimestre

|

O International Airlines Group relatou um prejuízo de 1 bilhão de euros no primeiro trimestre de 2021. O número se compara a uma perda de 1,9 bilhão de euros no mesmo período do ano passado, no auge da pandemia de covid-19 na Europa.

Divulgação
IAG relata prejuízo de 1 bilhão de euros no 1º trimestre
IAG relata prejuízo de 1 bilhão de euros no 1º trimestre
No final do março, o grupo relatou ter 8 bilhões de euros em caixa. A IAG está voando atualmente com aproximadamente um quinto da capacidade oferecida no início de 2019, com uma expectativa de que aumente para cerca de 25% no segundo trimestre.

Também ao fim do primeiro trimestre, a liquidez do grupo aumentou para 10,5 bilhões de euros, o que demonstra o bom acesso da empresa aos mercados de capitais. Além disso, no período foram operados 1.306 voos de carga, gerando 350 milhões de euros em receitas, um recorde para o 1T21.

“Estamos tomando todas as medidas necessárias para garantir a saúde financeira de nossos negócios a longo prazo, incluindo o aumento de capital bem-sucedido de 2,7 bilhões de euros do ano passado, e continuamos focados em reduzir nossa base de custos e aumentar a eficiência. Apesar dos desafios impostos pela pandemia, nosso foco na segurança de nosso pessoal e clientes permanece primordial ao lado de nossos compromissos climáticos”, diz o CEO do grupo, Luis Gallego.

Ao anunciar os resultados, Gallego pediu ao governo que reabra as viagens com segurança, apontando quatro medidas principais:
  • Corredores de viagens sem restrições entre países com implementações de vacinação bem-sucedidas e testes eficazes, como o Reino Unido e os EUA;
  • Testes acessíveis, simples e proporcionais para substituir a quarentena e testagem cara em várias camadas;
  • Fronteiras bem equipadas usando tecnologia sem contato, incluindo e-gates, para garantir um fluxo seguro e tranquilo de pessoas e viagens sem atrito;
  • Passes digitais para documentação de teste e vacinação para facilitar viagens internacionais.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA