ITA - Itapemirim Transportes Aéreos anuncia as 14 cidades que terão voos

|

Divulgação/ITA
Sidnei Piva, presidente do Grupo Itapemirim, em frente a uma das aeronaves da nova empresa aérea brasileira
Sidnei Piva, presidente do Grupo Itapemirim, em frente a uma das aeronaves da nova empresa aérea brasileira
A Itapemirim Transportes Aéreos (ITA), mais nova companhia aérea brasileira, parte do Grupo Itapemirim, abrirá a venda de passagens aéreas na próxima sexta-feira, dia 21 de maio. O voo inaugural da companhia está agendado para o dia 29 de junho de 2021, com renda revertida para instituições beneficentes, e o início dos voos comerciais para o dia seguinte, 30 de junho. As passagens poderão ser adquiridas pelo site www.voeita.com.br e em agências de viagens já cadastradas na empresa (até a sexta-feira, 14, eram mais de 1 mil já aptas a vender bilhetes da ITA, incluindo as principais consolidadoras do País).

As agências de viagens podem se cadastrar clicando aqui ou enviando e-mail para comercial.ita@voeita.com.br.

Em sua estreia no mercado aéreo doméstico, a ITA estará presente em 8 cidades brasileiras:

- Belo Horizonte-Confins (MG)
- Brasília (DF)
- Curitiba (PR)
- Porto Alegre (RS)
- Porto Seguro (BA)
- Rio de Janeiro-Galeão (RJ)
- Salvador (BA)
- São Paulo-Guarulhos (SP).


Já em 1º de agosto, a malha da ITA ganha 6 novas cidades:

- Florianópolis (SC)
- Fortaleza (CE)
- Maceió (AL)
- Natal (RN)
- Recife (PE)
- Vitória (ES).

Até junho de 2022, a companhia pretende ampliar a sua cobertura e chegar a 35 destinos no Brasil, com uma frota de 50 A320, configurados em duas classes (ITA Class e econômica) e sem cobrança da primeira bagagem, até 23 quilos (na ITA Class serão duas bagagens grátis). A longo prazo, a meta é pousar em 110 aeroportos do País.

A empresa começa com 500 funcionários e mais 1 mil devem ser contratados em agosto, para a segunda fase da malha inaugural. A maioria veio de empresas aéreas do mercado, que tiveram de cortar pessoal durante a pandemia.

Divulgação/ITA
CONFORTO

As aeronaves da ITA foram customizadas e reconfiguradas para oferecer mais espaço entre as poltronas. Assim, todas as fileiras de assentos estão dentro dos padrões da categoria A do selo Anac de conforto. Os passageiros terão entre 79 cm e 107 cm de espaço, dependendo da localização do assento dentro da aeronave e da classe escolhida.

“Estamos reconfigurando os aviões para 162 assentos para que nossos passageiros possam desfrutar de uma viagem de preço acessível, porém com toda a comodidade e segurança”, explica Sidnei Piva, presidente do Grupo Itapemirim, que deu entrevista exclusiva ao Portal PANROTAS.

No lançamento, a frota da ITA contará com cinco aeronaves Airbus A320. A previsão é de que a companhia chegue ao final do ano com um total de 20 aeronaves do mesmo modelo. No primeiro semestre de 2022, a ITA receberá cinco aeronaves por mês. Até junho do próximo ano, a frota total será de 50 aeronaves.

TERRESTRE + AÉREO

Sidnei Piva comprou o Grupo Itapemirim em 2016 e é o único dono da nova empresa aérea. A indústria de aviação brasileira já tem outros exemplos de grupos de transporte rodoviário que lançam braços aéreos (como ocorreu com as Famílias Canhedo, na Vasp, Capriolli, na Trip, e Constantino, na Gol), mas é a primeira vez que há um projeto de sinergia entre os dois modais.

O presidente do Grupo Itapemirim espera que em um ano os dois sistemas de vendas estejam integrados e os passageiros possam combinar aéreo + rodoviário de forma rápida e prática. “Uma viagem de São Paulo para Belém, que dura 48 horas, pode ser reduzida a seis ou oito horas, com a integração do aéreo com o rodoviário”, exemplifica. Os clientes poderão comprar trechos aéreos e rodoviários complementares no mesmo sistema. A bagagem também estará inclusa em todo o trajeto, podendo fazer todo o percurso de ônibus, por exemplo, enquanto o viajante faz um trecho aéreo.

Hoje as passagens de ônibus da Itapemirim são vendidas 50% on-line e 50% em agências Itapemirim e a malha rodoviária chega a 2,7 mil cidades. A meta é chegar a 70% no on-line e fazer dessas duas mil agências pontos de venda também do aéreo.

A companhia começa vendendo apenas em seu site, em sistema de conexão direta, sem uso de GDS, e via agências de viagens cadastradas (mais de 1 mil já estão com acesso ao sistema).

“Vamos aproveitar esse enorme conhecimento em transporte de passageiros, essa experiência de Brasil e de brasileiros, para não ficar somente em terra, e sim levar todos os nossos diferenciais de atendimento a um patamar muito mais alto: colorir os céus do País com o tradicional ‘amarelo Itapemirim’”, celebra Sidnei Piva. “A ITA chega para democratizar em definitivo o transporte aéreo nacional.”

Divulgação/ITA
O GRUPO

Com 67 anos de história, o Grupo Itapemirim é uma referência no mercado de transportes brasileiro (também tem um braço ferroviário, incluindo o segmento de VLT). A companhia tem como presidente e vice-presidente, Sidnei Piva e Adilson Furlan, respectivamente.

O grupo se encontra em processo de recuperação judicial desde 2016 e segundo Sidnei Piva ele deve ser encerrado nos próximos dias, com todas as etapas concluídas com sucesso. A recuperação não interfere na nova companhia aérea, que segundo ele, teve investimento de R$ 500 milhões de um fundo árabe e já gastou, de acordo com estimativas do mercado, cerca de R$ 30 milhões.

Assista à entrevista de Sidnei Piva ao Portal PANROTAS, no vídeo abaixo.



TIME
A companhia aérea é presidida por Tiago Senna, ex-comandante da Varig, ex-diretor da Passaredo, e executivo em diversas empresas ligadas à aviação. A ITA tem Lincoln Amano, ex-Varig, como diretor comercial, Daniela Rocha, ex-Açovisa, Continental, Usiminas e Hospital Alemão Oswaldo Cruz, como diretora de Marketing, e Charles Malak, ex-Gol, Webjet e Modern Logistics, como diretor de Operações.

Na área de Vendas, os gerentes comerciais estão divididos por área: Dirk Graetz, cuida das TMCs e viagens corporativas em geral, Paula Bardon da OTAs e Guilherme Fussi de Lazer e Turismo.

Confira fotos da equipe de Vendas logo abaixo.

Reprodução/Itapemirim
Tiago Senna, CEO da ITA Transportes Aéreos
Tiago Senna, CEO da ITA Transportes Aéreos
Divulgação/ITA
Lincoln Amano, diretor comercial
Lincoln Amano, diretor comercial

Divulgação/ITA
Dirk Graetz, também ex-Varig, integra a equipe de Vendas, como gerente comercial Corporativo
Dirk Graetz, também ex-Varig, integra a equipe de Vendas, como gerente comercial Corporativo
Divulgação/ITA
Guilherme Fussi, do time de Vendas, é gerente comercial Lazer e Turismo
Guilherme Fussi, do time de Vendas, é gerente comercial Lazer e Turismo
Divulgação/ITA
Paula Bardon, também de Vendas, assumiu como gerente comercial OTAs
Paula Bardon, também de Vendas, assumiu como gerente comercial OTAs
Linkedin
Daniela Rocha, diretora de Marketing
Daniela Rocha, diretora de Marketing



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA