AA arrecada quase US$ 1,5 milhão para combate à covid-19

|


Divulgação
Os membros do AAdvantage fizeram uma doação média de US$ 135 cada, mais de cinco vezes o valor mínimo de doação
Os membros do AAdvantage fizeram uma doação média de US$ 135 cada, mais de cinco vezes o valor mínimo de doação
A American Airlines arrecadou quase US$ 1,5 milhão em apoio aos esforços das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho para combater a pandemia de covid-19 em todo o mundo, incluindo Brasil, Índia e outros países que precisam de assistência para combater o vírus. A companhia aérea e mais de 11 mil de seus membros do AAdvantage levantaram o valor total em menos de um mês.

"Sabemos que a pandemia ainda não acabou. Embora tenhamos feito grandes avanços nos Estados Unidos, os países ao redor do mundo ainda estão lutando. Estamos continuamente agradecidos pela generosidade que nossos clientes demonstraram ao se juntar a nós contra a covid-19 em escala global. Nossa missão é cuidar das pessoas e isso nos move para ajudar onde houver necessidade", disse o vice-presidente sênior de Engajamento Global da American, Ron DeFeo.

Desde o início da pandemia, as Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho têm atuado em estreita coordenação para fornecer assistência contra a pandemia em todo o mundo. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras organizações também desempenharam um papel fundamental às comunidades afetadas com base nas necessidades de cada país. As contribuições ajudam as organizações a financiar os suprimentos necessários, como vacinas, oxigênio suplementar e kits de higiene.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA