Líder Aviação estima alta de até 20% com ampliação em Congonhas

|


Divulgação
A base da Líder Aviação em Congonhas
A base da Líder Aviação em Congonhas
Apoiada no movimento de ampliação do aeroporto de Congonhas na estrutura que recebe voos executivos, a Líder Aviação - empresa especializada em voos charters - projeta alta de 18% a 20% no volume de de operações a partir de outubro, quando as obras devem ser concluídas. A estimativa foi feita pela diretora de atendimento aeroportuário da empresa, Cynthia Oliveira.

De acordo com a diretora, o Aeroporto de Congonhas é muito cobiçado, devido ao seu fácil acesso e por estar próximo aos grandes centros financeiros e comerciais de São Paulo. “O que favorece muito a aviação executiva, já que muitos dos nossos clientes são executivos que utilizam essa ferramenta de mobilidade para ganhar tempo e fazer negócios”, argumenta. Ela acrescenta que a novidade beneficia a aviação executiva como um todo. “Ganham operadores, clientes e a infraestrutura da aviação no Brasil”, completa.

Cynthia pontua que, para a aviação de negócios, o investimento em ampliação no terminal é uma excelente notícia. "Principalmente para aqueles que estão chegando ao Brasil. Atendemos diversas empresas estrangeiras que investem aqui. Acredito que será um grande estímulo para mais viagens de negócios e pode significar um forte incremento na economia, em um momento que precisamos de todos os recursos para voltar a crescer. Além de ser um facilitador na praticidade e gestão do tempo dos investidores”, diz.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA