Debate com líderes indica momento da aviação no Brasil

|

O diretor-executivo e CEO da Alta (Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo), José Ricardo Botelho, participou ontem (1) do evento AirConnected 2021, que reúne durante três dias, presencialmente e virtualmente, autoridades do setor aéreo brasileiro e representantes da indústria.

Divulgação
Jose Ricardo Botelho, CEO da Alta, mediou o debate dentro da AirConnected 2021
Jose Ricardo Botelho, CEO da Alta, mediou o debate dentro da AirConnected 2021
Na ocasião, Botelho moderou o painel “Líderes Comentam o Futuro”, que uniu as opiniões de Juliano Noman, diretor presidente da Anac; Paulo Kakinoff, presidente da Gol; Alexandre Monteiro, presidente do RIOGaleão; e Rafael Echevarne, diretor geral do Conselho Internacional de Aeroportos para América Latina e Caribe (ACI-LAC). O painel traçou as perspectivas para o transporte aéreo no Brasil nos próximos anos.

Ao longo do debate, os convidados destacaram que a vacinação tem sido um fator relevante no aumento da demanda, depois de quase dois anos de impactos causados pela pandemia de covid-19 no setor. Outro ponto abordado foi a necessidade de harmonização e a uniformização dos processos de entrada de visitantes, assim como dos certificados de vacinação.

Os debatedores ainda indicaram que têm usado e buscado novas tecnologias para o setor e elas têm sido fundamentais para agilizar processos nos aeroportos, garantir mais segurança ao passageiro e uma experiência de viagem mais tranquila.

“Como indústria, temos que trabalhar juntos para garantir segurança operacional, segurança sanitária, mas sem que sejam criadas barreiras ao desejo de viajar do passageiro. E a tecnologia tem sido fundamental para melhorar a experiência da viagem”, apontou Botelho.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA