Latam lidera mercado doméstico em agosto com 35% de participação

|

Latam/MarcioJumpei
Latam lidera mercado doméstico em agosto com 35,3% de participação, segundo dados da Anac
Latam lidera mercado doméstico em agosto com 35,3% de participação, segundo dados da Anac
A Latam reassumiu a liderança do mercado doméstico brasileiro em agosto com 35,3% de participação (em abril deste ano a empresa tinha 28% de participação), de acordo com resultados operacionais divulgados pela Anac ontem (27). A companhia viu, ainda, suas aeronaves chegarem à marca de 81,3% de ocupação (em abril deste ano estava em 72%) no período.

A aérea também manteve a liderança no internacional, com 14% de market share entre todas as companhias nacionais e estrangeiras que operam de e para o Brasil. Adicionalmente, os resultados divulgados apontam que a empresa evoluiu de 700 mil passageiros totais (domésticos e internacionais) em abril deste ano para 1,8 milhão em agosto.

"Uma Latam forte é bom para o Brasil. A liderança também é importante, indica a preferência de grande parte dos clientes. Mas o mais importante é que a Latam está mais competitiva e trabalhando para que o passageiro brasileiro tenha cada vez mais opções para voar. Foi a eficiência que conquistamos nessa pandemia que nos deu condições de continuar como a aérea mais pontual do Brasil e até mesmo investir em novas rotas que antes podiam não ser sustentáveis financeiramente”, diz o diretor de Vendas e Marketing da aérea no Brasil, Diogo Elias.

Divulgação/Latam
DESTINOS
Até o primeiro trimestre de 2022, a empresa alcançará quase 30% de crescimento no número de destinos no Brasil em comparação com 2019, antes da pandemia de covid-19. A companhia está abrindo ainda neste ano cinco novos destinos no País (Comandatuba, Jericoacoara, Juazeiro do Norte, Petrolina e Vitória da Conquista) e trabalha para abrir mais sete no primeiro trimestre de 2022 (Fernando de Noronha, Juiz de Fora, Sinop, Cascavel, Caxias do Sul, Bauru e Presidente Prudente). Em paralelo, avalia outros dez novos destinos para 2022.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA